terça-feira, novembro 04, 2014

Já Novembro entrou e logo peguei ao colo a sua entrada, vinha de folhas caídas, ar de frio e sol furtivo. Tentei segurar o calor, mas logo se desvaneceu no beiral da janela, onde se aconchegou um pardal descuidado. Tremia como varas verdes do ramo que deixou ficar para trás, procurou o calor do lar, que lhe saltou do olhar ao passar por ali. Me encantou com o chilrear, sai pela manhã e volta a tardinha para recolher no beiral, ora da janela ora do telhado.

Lisa

















4 comentários:

Mona Lisa disse...

Tal como nós, também nos apressamos a regressar ao aconchego do lar...os dias pequenos e frios assim o pedem.

Beijinhos.

Maria Rodrigues disse...

Encanta-me ouvir o chilrear dos passaritos.
Beijinhos
Maria

Lilá(s) disse...

Espero que o teu pequeno hospede te continue a fazer companhia.
Bjs

Rosa dos Ventos disse...

Bela prosa muito poética!

Abraço