quinta-feira, setembro 25, 2014

Outono se faz ao caminho, em passo apresado e preciso. No caminhar,  deixo a marca das solas que pisam cada folha, sinto alguma tristeza em cada paço como um ai.
Fica a promessa e o pensamento , de as voltar a ver verdes na próxima primavera.












Me sento e relaxo, no banco mais enfeitado,senti paz e conversei
com elas, as folhas e seu passado.













Lisa

1 comentário:

Mona Lisa disse...

Também eu, no meu Outono da vida ,gosto de me sentar, a sós comigo ,e divagar sobre o meu "cair da folha"!

Adorei o teu post!

Beijinhos.