segunda-feira, dezembro 30, 2013

O ano sai em paço apressado e deixa muitas marcas em milhares de portugueses, uns pela falta de emprego, outros de casa, muitos de fome, e muitos mais a sustentar bancos e a dar aos ricos.
Para quem trabalhou uma vida inteira, com horários maus, chuva até aos ossos, frio, e calor em cada mata que abunda por este país com falta de limpeza, e muitas deles do estado, e que levamos em troca...nada, vezes nada igual a nada. Os agradecimentos ficam na gaveta,por isso não tenho confiança em nenhum,ou por outra serão muito poucos.
Como não me quero alongar, quero sim deixar amizade a todos que acompanham este blog,que o Novo Ano traga a cada um de nós a esperança perdida, e que o tal túnel se consiga avistar, por menos para aqueles que  deixaram de acreditar em mentirosos, que só olham para si mesmos com aquilo que era nosso.

FELIZ ANO 2014



















2 comentários:

Mona Lisa disse...

Agradeço e retribuo os votos de um Bom Ano 2014, embora continue tão cinzenta como o a cor com que a ano começou...

Beijinhos.

Mar Arável disse...

Tudo pelo melhor

a despertar relâmpagos