segunda-feira, junho 03, 2013

O pensamento de cada um é tão livre como gaivotas,
é  como ler, sonhar e amar, escrever e pensar.
Meu livro é o pensamento quando o deixo correr como o rio
soltar as mesmas como o vento, nem preciso pegar nele...o livro.
Tem escrito afectos, emoções, liberdade de sentir
ensinamentos que ficam guardados, e nos desperta em qualquer hora.
Tenho dias que adoro ler este meu livro...pensamento, 
onde ele me leva, o que consigo fazer com ele  em qualquer momento.
Ninguém me pode tirar este livro tão precioso, mesmo que teimem,
que tentem calar a voz, ele continua desperto como o bom soldado,
me leva a todas as paragens, boas e más, aquelas que não voltam,
mas que ficaram, para a qualquer hora eu dizer presente.
Temos partes de nós que ficam velhas,cansadas da vida
mas este livro não; ficará sempre com nós até a hora da partida

Lisa






4 comentários:

Ricardo/águia_livre disse...

Bom dia ... Boa tarde ... Boa noite

Bonito blogue onde a harmonia das palavras se enlaça em frases perfeitas. Poema lindíssimo. Gostei de ver e ler. Parabéns.

Gostava que visitassem e, querendo, se fizessem seguidos/as. Fica o meu agradecimento. Obrigado.

http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/
********************
Já sou seguidor
Linkei o endereço deste fantástico blogue, no meu ( Pensamentos e devaneios)
*****
Deixo cumprimentos
*

Mona Lisa disse...

Também tenho o meu livro onde escrevo com os "dedos da memória".

Espero recordar-me sempre do que lá escrevi , "relendo-o" apesar da idade.

Beijinhos.

Mar Arável disse...

Neste país tudo se rouba

menos livros

Bj

Flor de Jasmim disse...

Lindo amiga!
Não deixes que te o roubem, pois ele é precioso.

beijinho e uma flor