quarta-feira, abril 24, 2013


Abril de Abril

Era um Abril de amigo Abril de trigo
Abril de trevo e trégua e vinho e húmus
Abril de novos ritmos novos rumos.

Era um Abril comigo Abril contigo
ainda só ardor e sem ardil
Abril sem adjectivo Abril de Abril.

Era um Abril na praça Abril de massas
era um Abril na rua Abril a rodos
Abril de sol que nasce para todos.

Abril de vinho e sonho em nossas taças
era um Abril de clava Abril em acto
em mil novecentos e setenta e quatro.

Era um Abril viril Abril tão bravo
Abril de boca a abrir-se Abril palavra
esse Abril em que Abril se libertava.

Era um Abril de clava Abril de cravo
Abril de mão na mão e sem fantasmas
esse Abril em que Abril floriu nas armas. 


Manuel Alegre















foto google.

11 comentários:

Franciete Filipe disse...

Oi amiga como nos temos perdido, a vida é como o dia e a noite, uma espalha e a outra junta.
Espero que por aí se comemore mais 25 de Abril.
Que sejas sempre feliz, com muita saúde, paz, e alegria muitos beijinhos para ti linda e a ver se nos vamos vendo mais vezes para saber que ainda cá estamos.

Mona Lisa disse...

Um Abril que MORREU !!!

Beijinhos.

Lilá(s) disse...

Um maravilhoso e saudoso Abril.
Bjs

Agulheta disse...

Aos amigos que comentaram,obrigados.Falar de Abril,para mim continua a ser o despertar de muitas coisas,só tenho pena que muitas deles se tenham perdido por inercia de políticos mal preparados,o que eu chamo copos de leite e depois dá no que se está a ver.Sorrisos e beijinhos

Lídia Borges disse...


Maravilhoso!

Que saudade desse Abril de tantas portas abertas.


Um beijo

Flor de Jasmim disse...

Excelente escolha querida!
Um Abril do qual deixa saudades, homens com convicção, nada do que existe hoje, apenas ambição.

beijinho e uma flor

Mar Arável disse...

Abril de novo

novo Abril

Graça Pereira disse...

O Abril do nosso coração...não deixemos morrer os cravos.
Beijo e bom feriado.
Graça

Graça Pereira disse...

Abril do nosso coração...não deixemos morrer os cravos.
Beijo e bom feriado.
Graça

poetaeusou . . . disse...

*
Abril, SEEMMPREEEEE
,
saudações de Abril,
ficam,
*

rouxinol de Bernardim disse...

Abril, agora, de desencantos mil...