terça-feira, janeiro 08, 2013


O sono não vinha, e ficou em permanente
vigília .Assim temos algumas noites,
e custa tanto a passar, tudo aflora a mente.
Quando o tal sono dos justos aparece dá ideia
que fizemos longas estradas, os cansaços ficaram
no peito, na alma. Ao acordar sinto 
que voltei a revolta de todos os dias.
Mas tenho que viver, lutar, e sentir todos
os gestos e pensamentos.Volto a acreditar
que o amanhã será outro dia,e novas
vigílias virão e mais cansaços.

Lisa













foto daqui:maravista-anamar.blogspot.pt

4 comentários:

Ana disse...

Passei, li, gostei e vou ficar..

As noite de vigília, podem ser muito dolorosas...

Ana

Mar Arável disse...


Noites de todas as cores

Mona Lisa disse...

Ouvimos o tic-tac do passar das horas, apreensivas com o rumo do país...e o cansaço instala-se com noites mal dormidas...

Beijos.

Lilá(s) disse...

Curioso que esse tem sido o pensamento dominante deste serão! "amanhã é outro dia" espero-o...
Bjs