segunda-feira, dezembro 10, 2012


O ser humano é imprevisível um dia é alegria
outro deixa cair os braços com medo de lutar
seja por que for, até por uma simples folha de papel 
onde escreve o que lhe vai na alma. Por vezes até penso que a fraqueza se instalou um pouco em  todos  nós.
Baixar os braços nunca será solução de nada,digo eu.
Deitar a cabeça no travesseiro e pensar que amanhã é outro dia.
Foi um desabafo somente
Lisa














7 comentários:

Flor de Jasmim disse...

Um desabafo, naqueles momentos em que a triteza vem sem avisar!
abraço-te sente-o minha querida
amanhã será outro dia, tenta ter uma boa semana

beijinho e uma flor

Flor de Jasmim disse...

Um desabafo, naqueles momentos em que a triteza vem sem avisar!
abraço-te sente-o minha querida
amanhã será outro dia, tenta ter uma boa semana

beijinho e uma flor

Lilá(s) disse...

Não sou muito de baixar os braços, sempre fui á luta, mas admito que me ando a sentir tão desmoralizada que quase já nem reajo...
Bjs

Mar Arável disse...

Só não vence

quem não luta

Mona Lisa disse...

O mal é geral!

A incerteza tornou-nos tristes , "acinzentados"...

Precisamos reagir!

Beijos.

Graça Pereira disse...

Desistir e baixar a cabeça...nunca! O caminho faz-se caminhando e sempre em frente. Tens razão, amiga, parece que há uma sombra gigante que nos paralisa. É preciso sacudi-la e pensar que- Hora a Hora, Deus melhora!
É a voz do povo quem afirma!
Animemo-nos pois, ajudando-nos mutuamente.
Beijo
Graça

Nilson Barcelli disse...

Tens razão, há demasiada fraqueza em todos nós, enquanto povo deste país, que nunca se sentiu tão traído e espoliado...
Um beijo, minha querida amiga.