sexta-feira, fevereiro 17, 2012

O inverno não dura sempre
névoa da nossa desilusão
Desce à terra nuvem que vogas
sobre a aridez da mentira
mil metros acima do chão
Abre-te ao nosso desejo
deixa florir tua águia de mudança
nesta cidade em que tudo está a venda
e se pisam os dedos do mais fraco
e a sua dor
Trago na ponta da língua a indignação
e na mala a tiracolo uma carta
 sem verdades seguras mas com esperança
num outro Abril
com plantas de luz
para ficarem

Urbano Tavares Rodrigues

11 comentários:

Flor de Jasmim disse...

Minha querida
excelente escolha!
palavras que se enquadram muito bem nestes momentos.
Adorei a imagem.

beijinho e uma flor

Felicidade disse...

Olá Elisa, gostei do muito do seu blogue. Beijinho

Ana Martins disse...

Lisa, boa noite!
Grande poema, um grito de esperança e de fé, nem tudo está perdido, é preciso acreditar e não só, é urgente quebrar o silêncio e dar voz à indignação!

Beijinho,
Ana Martins

Maria disse...

Obrigada por trazeres aqui o Urbano TR, tão afastado da blogosfera....

Beijinho, Lisa.

Lilá(s) disse...

Linda a poesia, a imagem a música! fiquei por aqui saboreando.
Bjs

Agulheta disse...

Obrigada Flor.A palavra e a música é uma arma ao nosso alcance,basta utilizar em quanto podemos.
Beijinho bfs

Agulheta disse...

Felicidade.
Será um prazer receber sempre por aqui.
Beijinho bfs

Agulheta disse...

Obrigada Ana.O grito tem de estar onde ele deve alertar as consciências,e os nossos poetas o fizeram muito bem.
Beijinho bfs

Agulheta disse...

Obrigada Maria.
A muito tempo li este poeta,estes dias reli e suas palavras me fizeram bem.
Beijinho bfs

Agulheta disse...

Obrigada Lilás, pela visita e palavras.
Beijinho e bfs

**♥✿Franciete-✿♥** disse...

Lisa minha querida hoje só venho mesmo deixar um beijinho de luz e paz na tua vida, tudo de bom e as tuas melhoras...