domingo, dezembro 18, 2011

PRELÚDIO DE NATAL


Tudo principiava
pela cúmplice neblina
que vinha perfumada
de lenha e tangerinas
Só depois se rasgava
a primeira cortina
E dispersa e dourada
no palco das vitrinas
a festa começava
entre odor a resina
e gosto a noz-moscada
e vozes femininas
A cidade ficava
sob a luz vespertina
pelas montras cercada
de paisagens alpinas

David Mourão-Ferreira

11 comentários:

Sonia Schmorantz disse...

Enquanto houver um sorriso de simpatia, uma palavra de carinho, um pequeno gesto de amor, sempre existirá o Natal.
Um feliz natal para você e sua família!

Graça Pereira disse...

Engraçado...li há dias este poema e achei-o extremamente bonito e próprio para a quadra! Uma bela escolha a tua que tens um coração onde estas palavras encaixam bem...
Um SANTO e FELIZ NATAL para ti e todos os teus.
Mil beijos.
Graça

Fernanda disse...

Querida Lisa!

Tudo cheira a Natal, mas como dizes, e muito bem, já nada é como dantes. Longe de saudosismos, que não gosto, mas é a mais pura verdade.
Também sou do tempo de ter só uma prendinha simples e ser tudo muito mais belo e até mágico.
O Natal sem o meu filho é um dia como os outros, acredita.

Fica bem, em paz e com saúde.
Muita ternura destes vossos amigos,
Ná e José.
Beijinhos.

Mariazita disse...

Querida amiguinha

Perdão pelo “copy & paste”, mas não dá para individualizar…
Trago votos de BOAS FESTAS, fazendo minhas as palavras de Gandhi…
“Se eu pudesse deixar algum presente a você, deixaria aceso o sentimento de amar a vida dos seres humanos;
A consciência de aprender tudo o que for ensinado pelo tempo afora;
Lembraria os erros que foram cometidos para que não mais se repetissem;
A capacidade de escolher novos rumos;
Deixaria para você, se pudesse, o respeito àquilo que é indispensável:
Além do pão, o trabalho; Além do trabalho, a acção.
E, quando tudo mais faltasse, um segredo:
O de buscar no interior de si mesmo a resposta e a força para encontrar a saída."
(Gandhi)

BOM E SANTO NATAL E FELIZ ANO NOVO

Beijinhos

O Profeta disse...

Amei, amo a beleza
Tropecei muita vez na incerteza
Transformei miséria em realeza
Ri de contente e de tristeza

Ri para os olhos que me deram amor
Ri para o mar onde pesquei ilusões
Ri em cada partida e chegada
Que fiz numa vida de contradições

Procurei o segredo da verdade feliz
Percorri o caminho do vento cheio de ardor
Uma gaivota entregou-me uma concha cheia de mar
Era…O Elixir do Amor…

Um mágico Natal

Abraço-te

AFRICA EM POESIA disse...

Feliz NATAL

e... deixo com um beijinho e lindo o teu prelúdio de Natal


Hoje...
Caminhei pela rua...

Vi luzes...
Vi fantasia...
Vi muitos embrulhos...

E pensei...

É Natal...

Segui e continuei...
A ver luzes...
A ver fantasia...
A ver presentes...

Mas...

Não vi Natal...
Não vi Jesus...
Não vi Maria...
Não vi José...

Não vi o principal...
Senti o esquecimento...

Da união...
Da família...
Do Amor...

E continuei a caminhar...

E vi bolos...
E vi iguarias...
E vi beleza...

E gostei de sentir...
O cherinho de Natal...

Mas...
Continuei a caminhar...
E a pensar...

Natal,
Será de todos?

E vi logo que não...
Milhares de crianças...
Milhares de homens...

Nesta vida...
Nunca saberão...

O que é ser Natal...


LILI LARANJO (Tenho neste Natal novo Livro de Poesia Cantar àfrica - um lindo presente de Natal)

Sonhadora disse...

Minha querida

Um poema maravilhoso com cheiro de Natal.
Deixo um beijinho e desejo que o teu Natal seja de amor e paz, junto de todos os que amas.

Sonhadora

BlueShell disse...

Sempre bom reler.

Obigada.
Um Natal abençoado!
BShell

Mona Lisa disse...

Olá Lisa

Belíssima escolha para a quadra que se avizinha.

Feliz Natal.

Bjs.

Maria disse...

Minha amiga embora distantes e não nos conhecendo os nosso gostos são muito semelhentes, Há dias também coloquei este poema, que é maravilhoso. Aproveito para desejar um Natal muito Feliz, repleto de alegria, saúde, paz e amor e que 2012 seja um Ano maravilhoso. Que a Luz e o Espírito de Amor do Natal, consigam prevalecer nos nossos corações ao longo de todos os dias do ano, para seja sempre Natal.
Beijinhos
Maria

**♥✿-franciete filipe-✿♥** disse...

LUZ DIVINA--NATAL

Há dois mil anos! Passa colossal:
Noite iluminada em saudade!
Luz, pureza, amor, e humildade,
Apontando no lar, noite de Natal…

Pinheiros desperta, luz paternal;
Ao nascimento da alta divindade:
Nas palhas inspira a humanidade
A encarnar nos homens a moral…
Finda a prece, vem a aurora radiante:
Radiosa estrela no horizonte;
Pura, bela, ridente, despontou.

A aureolar no olhar divino de Deus!
Que sempre esclarecendo todos os Céus
No caminho, da vida que nos traçou…

Beijinhos de luz e paz