segunda-feira, dezembro 05, 2011

A Palavra Mágica
Certa palavra dorme na sombra 
de um livro raro. 
Como desencantá-la? 
É a senha da vida 
a senha do mundo. 
Vou procurá-la. 
Vou procurá-la a vida inteira 
no mundo todo. 
Se tarda o encontro, se não a encontro, 
não desanimo, 
procuro sempre. 
Procuro sempre, e minha procura 
ficará sendo 
minha palavra. 

Carlos Drummond de Andrade,

6 comentários:

Fernanda disse...

Encontrara as palavras é um exercício difícil, sabemos bem disso amiga Lisa, embora haja sempre os mais dotados, tal como o autor.

Espero que estejam ambos bem, que o João esteja totalmente recuperado.

Beijinhos a ambos.

Mona Lisa disse...

Há sempre algo que procuramos...algo que nos completa.

Bjs.

Agulheta disse...

Olá Ná.É verdade uns tem o dom da palavra,outros tentam,ou por outra vamos tentando fazer delas o melhor que a vida tem.O João está melhor,agora ando eu mal da coluna...enfim é vida.
Beijo

Agulheta disse...

Olá Elisa.Sempre procuramos o melhor que existe em nós para nos completar.Beijinho

Sonhadora disse...

Minha querida

Um poema maravilhoso de Drummond...e as palavras por vezes ficam por dizer e por escutar...apenas o silêncio veste as palavras.

Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

BlueShell disse...

Ao amanhecer uma leitura que fica para o resto do dia...
Te agradeço...
Bshell