sábado, outubro 22, 2011

A palavra nem sempre sai como gostaríamos,ela pode ser o silêncio, paz ou sabedoria;mas é a palavra. Ela nos amordaça a voz em certos momentos, falar só por falar nada vale quando os sentimentos são vagos perante a justiça surda e muda.
Nos tempos que correm, muitas palavras se soltam como papeis ao vento, mas a sabedoria e a justiça ficam presas no silêncio, dos que vagueiam e perderam as forças para lutar contra tanta falta de humanidade.Como diz o velho ditado"o silêncio dos inocentes" esses perderam a voz da raiva, da dor, da fome,e incerteza,alguns estão perdendo até a dignidade de viver.Ficam os que ainda podem erguer a voz contra tanta injustiça,a esses gritam pelo direito dos que já não tem forças,dos que morrem aos poucos porque perderam.Mas devemos levantar a cabeça e nunca desistir dos sonhos que nos abraçam em cada amanhecer,no sorriso de uma criança,em cada flor que desabrocha...resistir,resistir sempre contra os que querem aniquilar a vida de cada um, só porque são fortes e tem o mundo ao seu dispor... jamais.
Lisa



4 comentários:

Mona Lisa disse...

Olá Lisa

Tens razão quando dizes que devemos levantar a cabeça e não perder os sonhos.

Penso que para muito já nem força há para a levantar, já não conseguem sonhar...tiraram-lhes tudo...até a esperança.

Bjs.

Agulheta disse...

Querida amiga.Eu nunca desisti dos meus sonhos e assim continuarei,como gosto do ser humano enquanto pessoas,lutarei conta a injustiça exercida por outros.Obrigada pelas palavras e visita.Beijinho e bfs

Maria disse...

Amiga Lisa estamos vivendo tempos dificeis e que se irão agravar substâncialmente no próximo ano e como sempre, são os mais humildes que mais sofrem, mas não se pode perder a esperança, essa deverá ser a última a partir.
Bom fim de semana
Beijinhos
Maria

**♥✿-franciete-✿♥** disse...

Oi amiga, adorei as tuas palavras, jamais podemos deixar que elas nos morram na garganta.
A cada dia a cada instante, não por vaidade mas para conrresponder à obrigação sagrada de contribuires sempre mais e sempre melhor, para a construção do mundo, mundo este, que está a ficar cada dia mais dificil enfrenta-lo.
Beijinhos de luz e paz no teu caminho...