terça-feira, outubro 18, 2011

Noite Transfigurada
Criança adormecida,ó minha noite,
noite perfeita e embalada
como as folhas,
noite transfigura,
ó noite mais pequena do que as fontes,
pura alucinação da madrugada
chegaste,
nem eu sei de que horizontes.
Hoje vens ao meu encontro
nimbada de astros,
alta e despida
de soluços e lágrimas e gritos
ó minha noite,namorada
de vagabundos e aflitos.
Chegaste,noite minha,
de pálpebras descidas;
leve no ar que respiramos,
nítida no ângulo das esquinas
_ó noite mais pequena do que a morte:
nas mãos abertas onde me fechaste
ponho os meus versos e a própria sorte.


Poesia de Eugénio de Andrade



3 comentários:

Evanir disse...

Hoje minha visita é para anunciar
uma novo circulo de minha vida.
Continuarei com as homenagens
que é a razão do blog (A VIAGEM)
A imagem escolhida por mim no novo visual
tem tudo a ver com o futuro, não só do blog,
mas da surpresa que a qualquer
momento será anuciada no blog.
Hoje sou parte da vida de cada
pessoa amiga e tão amada por mim,
também sou membro do Clube dos Novos Autores.
Com muita alegria convido você a paricitipar com
todos nós do clube também.
Minha Viagem prossegue amando e acarinhando todas
minhas lindas amizades.

Deixando um pedido muito importante para mim.
Eu não estou deixando vocês ,
E sim, entrarei na casa de cada um de vocês.
Conto com o carinho de sempre em meu blog,

Esteja comigo como sempre estiveram
Deus estara com você e comigo.
Segure nas mãos de Deus e na minha e vamos nessa
Deus já abençoou.
Com carinho.
Evanir
20 de Outubro

Sonhadora disse...

Minha querida

Um poema nostálgico mas escrito do mais profundo de ti.
A noite é céu e inferno...amor e dor...uma lágrima a escorrer das mãos vazias.

Deixo um beijinho com carinho e desejo um bom fim de semana.

Rosa

Nita disse...

Vim…
Gostei…
Vou voltar...

Um beijo da Nita.
De boa tarde.