terça-feira, setembro 20, 2011

Num emaranhar de fios e pétalas
Anda a borboleta de flor em flor no jardim
Beija uma,beija outra sempre em movimento
Ela sente ao longe a vistosa,rosa
Gosta de sobrevoar de  mansinho o rosmaninho
Neste trabalho de asas,dá beijos a todos
onde em cada uma deixa, sonhos e ilusões.

Lisa



3 comentários:

Fernanda disse...

Borboletas e flores num poema que lembra tardes quentes e gente sonhadora.
Lindo, amiga Lisa.

Beijinhos

Agulheta disse...

Obrigada Ná.Temos de sonhar sempre em qualquer idade,que seria da vida sem sonhos.
Beijinho fica bem

Mona Lisa disse...

Olá Lisa

Belo poema.

Também nós andamos de sonho em sonho em sonho no nosso jardim da vida.

Bjs.