quarta-feira, agosto 24, 2011

Relato

Pouso a mão sobre a mesa,e vejo nela
o mapa de um inóspito país.
Mar em redor,o mármore da mesa.
E tão-pouco uma vela de incerteza
sugere as longas viagens que não fiz.

Da mão para a memória as sensações
imigram todas.Mas não partem nunca
para um destino heróico de mar-alto:
que só de crispações
e sobressalto
o litoral inóspito se junca.

David Mourão Ferreira
Obra poética-1948-1988





12 comentários:

Sonhadora disse...

Minha querida

Lindo este poema de David Mourão Ferreira.
Adorei e deixo um beijinho com carinho.

Rosa

Maria disse...

Gosto tanto do David Mourão-Ferreira...
Obrigada por o trazeres aqui, Lisa.

Beijinho.

Mona Lisa disse...

Olá Lisa

Um poema actual.

David Mourão Ferreira, um dos meus poetas preferidos.

Bjs.

Ale Quejinho disse...

Minha primeira vez por aqui, estou amando!
Ale

Fernanda disse...

Olá amiga Lisa!
Tudo bem convosco? Estamos bem por cá apesar dos dias cinzentos. Este Verão foi dos piores de sempre.
Que fazer? Nada!

Gostei da tua escolha.

Beijinhos

**♥✿-franciete-✿♥** disse...

NUNCA DESANIME
Se todos os seus esforços para conseguir algo, não forem reconhecidos e ainda são olhados com indiferença não desanime...
Lembre-se que, o sol ao nascer proporciona o maior espectáculo da natureza e, no entanto, a maioria da plateia continua a dormir.
Beijinhos de luz e, paz no seu caminho...

Agulheta disse...

Obrigada Rosa pelas palavras.
Beijinho e vou estar ausente uns dias pequenas férias.

Agulheta disse...

Maria obrigada.Este poeta tem a força das palavras ao encontro da vida.
Beijinho

Agulheta disse...

Obrigada Elisa.
Sim actual e bem presente em cada palavra.
Beijinho

Agulheta disse...

Ale.Obrigado pela visita e opinião.
Abraço bfs

Agulheta disse...

Querida Ná.Como a pouco te disse,o verão este ano tem sido mais cinzento do que de sol,mas não mandamos.
Beijinho bfs

Agulheta disse...

Querida Franciete.
Sim nunca desanimar porque o sol nasce em cada dia,é preciso sol e esperança porque o amanhã é sempre uma incógnita.
Beijinho bfs