domingo, abril 17, 2011


Já alguns dias que aqui não escrevia e hoje em Domingo de Ramos com grandes recordações para mim,porque neste dia fui mãe pela primeira vez,não na data.
Hoje tudo passa e as tradições morrem como os comportamentos das pessoas,se perde a fé aos poucos a esperança e não se acredita seja em quem for,como não fui habituada a este tipo de coisas sofro um pouco com certas atitudes.Como não gostaria de passar este dia sem constar como a data significa para mim,bom resto de Domingo de Ramos.

9 comentários:

Mariazita disse...

Olá, Lisa
Coincidentemente (ou não...) também este teu post trata do Domingo de Ramos.
Se ao significado religioso juntarmos o facto de teres sido mãe, é motivo maior ainda para festejares.
Realmente é uma pena que tradições e costumes tão belos estejam a perder-se no tempo.
Lembro-me, quando era pequena, a excitação da passagem do Compasso.
E ir visitar a madrinha com vista ao "folar" da Páscoa, no domingo seguinte...
Enfim, vamos vivendo de recordações, e tentando transmitir aos mais novos, para que não se percam definitivamente.

Uma semana feliz. Beijinhos

alegria de viver disse...

Olá querida amiga

Também sinto falta das tradições, tudo vai acabando.

Desejo uma FELIZ PASCOA.

Com muito carinho BJS.

JORDAS disse...

Olá,
grato pela passagem no meu espaço.
A tradição já não é o que para nós, masi experientes foi.
Vivemos com uma obesidade mental tão grande que a tradição virou moda. Fugaz como a brisa da tarde.
quando estive em Braga e já vão tantos anos vivi as cerimónias da Semana Santa com muita intensidade.
Parece vir ao de cima, neste momento menos bom, o bom que nosso povo tem no ADN.
Coisas do tempo ou do destino....
Boa Páscoa.

nacasadorau disse...

Querida Lisa!

Não tenho esta tradição mas acho-a linda.

Não sei se nos falaremos ou veremos antes da Páscoa, por isso deixo-te a minha mensagem.

Quero muito desejar-te uma Páscoa verdadeiramente renascida e feliz.

Vamos começar tudo de novo, libertando-nos do mal que eventualmente nos corrompeu
a alma e assim nos recobriremos com a pureza da alma que tivemos um dia.

Abandonaremos tudo o que é velho e antigo e olharemos em frente com coragem. Nos dedicaremos à vida como quem sorve o sumo de um fruto delicioso.

Beijos

Maria disse...

Querida Lisa

'Enternuraste-me' com este post.
Nunca esquecemos o dia em que fomos mães. Mesmo que o fossemos trezentas vezes...
Fizeste-me lembrar o folar que a minha avó me fazia. Massa com canela e erva doce e o ovo quem o escolhia era eu... ó saudade boa!

Abraço-te.

Secreta disse...

As pessoas estão a "perder" o rumo... as tradições começam a ser esquecidas.
Um beijito para ti.
Boa Páscoa!

Mona Lisa disse...

Olá Lisa

Infelizmente, as tradições esfumam-se.
Nada é como outrora.

Tb nasci num domingo de Ramos.

Bjs.

Isabel Maria Rosa Furtado Cabral Gomes da Costa disse...

O domingo de Páscoa tem um significado incomensuravelmente maior para si, por ter sido mãe nesse dia. Ter um filho é sempre um acto maravilhoso, e tê-lo nesse dia, torna essa data ainda mais luminosa.
Um beijo.

Isabel Maria Rosa Furtado Cabral Gomes da Costa disse...

Ah! Verifico, agora, que se referia ao domungo de Ramos. Mantenho o que disse. Um dia ainda mais especial.