sexta-feira, janeiro 21, 2011



Olhando o mar

Sempre que fito o mar
tenho a ilusão de achar-me diante
de um silêncio amplo, ondulante,
de um silêncio profundo,
onde vozes lutassem por gritar,
por lhe fugirem do invisível fundo.

Diante do mar eu fico triste,
nessa mudez de quem assiste
reproduções do próprio dissabor;
diante do mar eu sou um mar,
a outro de apor
e a se indeterminar.
O mar é sempre monotonia,
na calmaria
ou na tempestade.
Fujo de ti, ó mar que estrondas!
porque a tristeza que me invade
tem a continuidade
das tuas ondas...

Gilka Machado

9 comentários:

Maria disse...

Querida amiga excelente escolha, um poema lindo. Eu gosto particularmente do cheirinho do mar e de ouvir à noite, o som das ondas a rebentar na areia, quando estou já estou deitada, na minha casa na Praia da Rocha. Esse som embala o meu adormecer.
Aproveito para agradecer todas as mensagens que tão gentilmente deixa no meu cantinho, e peço desculpa de só poder vir visitar e comentar ao fim de semana, mas durante a semana é quase impossível, pois a minha disponibilidade de tempo é bem pouquinho. Os meus posts embora aparecem quase diariamente, são feitos pela noite adentro que é quando consigo parar as minhas tarefas, depois são agendados.
Desejo um Bom Domingo
Beijinhos
Maria

Sonhadora disse...

Minha querida

Este poema é lindo...o mar nos atrai e nos mete medo...as ondas nos acalmam e nos enleiam.

Deixo o meu carinho num beijinho
Sonhadora

Fernanda disse...

Querida Lisa!

As tuas sempre belas escolhas na poesia que publicas, fazem deste teu lugar, agora mais lindo do que nunca, um bom cantinho de cultura.

Adorei a analogia feita com as ondas do mar e a tristeza que teima em voltar.

Beijinhos

Mona Lisa disse...

Olá Lisa

Adorei o teu poema.

Diante do mar...sinto liberdade...

Bjs.

Graça Pereira disse...

Este mar, este poema, esta música e tudo está completo. Que mais pedir?
Beijo e boa semana.
Graça

Flor ♥ disse...

Lisa,

escolheste um poema lindo que fala sobre estar diante da grandeza majestosa do mar...

Boa semana!
Bjs.

alegria de viver disse...

Olá querida

Estamos diante da imensidão do mar, nada podemos falar além de admirar.

Com muito carinho BJS.

Secreta disse...

O mar provoca em nós sentimentos ambiguos.
Beijito.

Agulheta disse...

Obrigadas as amigas que aqui comentaram,aqueles que tem blog,irei agradeçer,os que não tiverem o farei por aqui.
Beijinho e fiquem bem desejo