sexta-feira, dezembro 10, 2010



Estava eu sentado, perto do mar, a ouvir com pouca atenção um amigo meu que falava arrebatadamente de um assunto qualquer, que me era apenas fastidioso. Sem ter consciência disso, pus-me a olhar para uma pequena quantidade de areia que entretanto apanhara com a mão; de súbito vi a beleza requintada de cada um daqueles pequenos grãos; apercebia-me de que cada pequena partícula, em vez de ser desinteressante, era feito de acordo com um padrão geométrico perfeito, com ângulos bem definidos, cada um deles dardejando uma luz intensa; cada um daqueles pequenos cristais tinha o brilho de um arco-íris... Os raios atravessavam-se uns aos outros, constituindo pequenos padrões, duma beleza tal que me deixava sem respiração... Foi então que, subitamente, a minha consciência como que se iluminou por dentro e percebi, duma forma viva, que todo o universo é feito de partículas de material, partículas que por mais desinteressantes ou desprovidas de vida que possam parecer, nunca deixam de estar carregadas daquela beleza intensa e vital. Durante um segundo ou dois, o mundo pareceu-me uma chama de glória. E uma vez extinta essa chama, ficou-me qualquer coisa que nunca mais esqueci que me faz pensar constantemente na beleza que encerra cada um dos mais ínfimos fragmentos de matéria à nossa volta.

Aldous Huxley

7 comentários:

Maria disse...

Amiga excelente escolha. Todos fazemos partes de um Todo, e esse Todo é simplesmente maravilhoso.
"A maravilhosa disposição e harmonia do universo só pode ter tido origem segundo o plano de um Ser que tudo sabe e tudo pode. Isso fica sendo a minha última e mais elevada descoberta." (Isaac Newton)
Bom fim de semana
Beijinhos
Maria

Fernanda disse...

Lisa, minha boa amiga!

Muitíssimo rico este texto escolhido.
Realmente assim é. Todas as ínfimas partículas de matéria fazem a beleza e a riqueza do nosso mundo.
Num simples grão de areia reflectem-se todas as cores do arco íris.

Até amanhã :)

Beijos

tulipa disse...

Concordo plenamente.
"SEM TÍTULO"
Muitas vezes é dificílimo arranjar títulos para certos posts. Este é um desses casos.
Palavras tão belas.
Sentimentos tão fortes.
Obrigada pela partilha.

Mudando de assunto.
Lá diz o ditado: "Não há fome que não dê em fartura".

Tenho feito posts com mais de 1 semana de intervalo, mas...hoje, só hoje fiz 3 posts seguidos.
Tudo tem a ver com o "Momento" CINEMA e, em parte com o filme que fui ontem ver.
Daí que só é permitida a publicação de comentários, num deles; tem a sua lógica.

Bom fim de semana.

Mona Lisa disse...

Olá Lisa

Adorei o texto.

Tb a nossa vida é feita de fragmentos mais ou menos brilhantes...

Bjs.

**♥✿-franciete-✿♥** disse...

Pois é amiga quantas partículas de vida, quanto átomos, se movimentaram nas tuas mãos. Possivelmente alguns daqueles grãozinhos dos que tu um dia ajudas-tes a extinguir das chamas, que tens apagado ao longo da tua vida.
Beijinhos de luz e muita paz

alegria de viver disse...

Olá querida amiga

Lindo, tudo tem sua beleza, um grão de areia ou o arco-íris.

É muito bom quando lemos algo, que nos faz pensar como a vida é bela.

Com muito carinho BJS.

poetaeusou . . . disse...

*
amiga
sempre bem escolhidas,
as "escolhas", parabens.
,
conchinhas,
,
*