quinta-feira, outubro 14, 2010



Muitas são as pessoas que pela nossa vida se juntam,ou pelo simples momento se cruzarem com nós.Parece uma árvore com belos ramos e folhas,quando a primavera nos visita toda ela são rebentos,o Pai a Mãe,os irmãos.A árvore vai crescendo vem os conhecidos,os colegas da escola,mais tarde os do trabalho,até o simples conhecido que no mesmo café partilha o momento de chávena na mão.Tudo isto é um círculo que todos nós pisamos a cada dia.Mas por vezes o destino ou o caminho nos desliga de alguns,a nossa árvore da vida fica mais pobre,cada um parte para lugar diferente e no canto do olhar brota a lágrima da saudade.Com a chegada do Outono,a árvore parece triste e só,as folhas caiem,esperando de volta a primavera ou o verão,para nos cruzarmos com um amigo na praia que partilhamos juntos, e ficamos tão próximos que até lhe contamos um segredo.Assim se passa na árvore da nossa vida,que em cada ano se renova para despertar outros olhares e sentimentos.

Lisa

11 comentários:

Laura disse...

A Amizade é o sal da vida, sem ela seriamos as inúteis árvores que não dão fruto! Prezo imenso a amizade e cada amigo é um amigo, que vale ouro, feliz daqueles que têm amigos desses que não enganam, não traem, ah, é tão bom e eu sei o que isso é, mesmo em escala reduzida!

desejo-te uma bela árvore carregadinha de amizade até aos confins da vida!

Um xi da laura

Mona Lisa disse...

Olá Lisa

Na "árvore da vida" a renovação é diferente...nem sempre floresce...

Bjs.

Maria disse...

O ciclo da Natureza bem comparado com o nosso ciclo de vida. Que Natureza também é.

Beijinho, Lisa.

Eduardo Aleixo disse...

Por isso nunca estamos sós na jornada desta vida. Os encontros, os desencontros, os becos, as aventuras, os erros, os sonhos, os risos, os choros, as partidas e as chegadas - eis uma alquimia complexa de trocas, de sentimentos, de crecimento afectivo e espiritual. Gostei da imagem da árvore. Bjo

Fernanda disse...

Querida Lisa!

Tão bela e tão verdadeira a tua reflexão!

Amiga, já tenho as castanhas, podes vir...
Sei que estarás ou já estás em Viana.
Eu não sei ainda se vou a Braga no sábado, o José não se decide e eu não me atrevo a conduzir até Braga :)))))
Já sei que me vais gozar, mas estou mal habituada, que queres? Nem com o GPS lá chego!

Liga-me, está bem?

Ontem fui ao funeral da tia Rita, foi de AVC aos 87...
Mesmo assim é sempre triste.

Beijos e abraço para ambos dos vossos amigos de Cerveira.
Ná & José

Maria disse...

Amiga, excelente texto.
"Durante a nossa vida:
Conhecemos pessoas que vem e que ficam,
Outras que, vem e passam.
Existem aquelas que,
Vem, ficam e depois de algum tempo se vão.
Mas existem aquelas que vem e se vão com uma enorme vontade de ficar..."
(Charles Chaplin)
bom fim de semana
bjs do tamanho do infinito
Maria

alegria de viver disse...

Olá amiga querida

Lindo, muito bem explanado o sacrifício das arvores, que se despem para a renovação, creio que isso também acontece com o ser humano.

Com muito carinho BJS.

Ana Martins disse...

Boa tarde Lisa,
são os encontros e desencontros que fazem parte da vida. Às vezes ficamos com a sensação de um imenso e estranho vazio.

Então ainda saboreando essas mini-férias, aguardo o teu regresso para tomarmos um café juntas.

Beijinhos,
Ana Martins
Ave Sem Asas

Fernanda disse...

Lisa, amiga!

Onde andas tu? Viana ou Braga?
Conta lá...
Beijos

Secreta disse...

A vida é mágica quando os bons sentimentos se renovam.
Beijito.

Ana Paula disse...

Fantástico texto querida Lisa é isso mesmo amiguinha a nossa vida é essa árvore onde os galhos e as folhas vão crescendo e renovando a cada ano que passa.
Que bom fazeres parte da minha árvore da vida, espero que a nossa amizade se perpétue para sempre e que nunca haja Outono nem Inverno, mas sempre uma Primavera repleta de flores.
A imagem ilustra-a na perfeição, gostei muito.
Sente um beijinho com perfume a rosas.