quarta-feira, agosto 11, 2010



Amigos que comigo partilham palavras de amizade e carinho.Hoje e mais do que nunca tenho de desabafar o meu coração perante a magoa que abunda pelos familiares dos Bombeiros,amigos companheiros de luta no terreno fatídico que palmilhamos diariamente todos os anos e mais no mês de Agosto! Muitas vezes penso o porquê desta data,junto das casas que deveriam ser limpas e cuidadas,ninguém quer saber de nada.Câmaras deveriam ser mais duras e vigilantes perante as limpezas,as matas do governo muitas vezes estão sem limpeza,cortam as árvores e os ramos ficam sem retirarem dos locais,depois se junta mais cada vez mais,para não falar dos interesses por várias razões que não bem ao caso.Depois os caminhos sinuosos de fraco acesso todos estes problemas se junta ao desgaste do pessoal,sem comer, beber e pouco dormir,jamais haverá ser humano que resista a tamanha desumanidade perante este problema.E porque não colocar a tropa a abrir caminhos para as viaturas entrarem nos terrenos eles tem máquinas de grande capacidade?Os bombeiros deste país sempre fizeram o melhor, tem formação e sabem.Só que perante tanta coisa junta, ficamos de braços cruzados sem saber acudir para tantos fogos que assolam este país.Agora a justiça perante a perda de vidas que não deixe sair em liberdade,os que fazem, e lhe passe a mão na cabeça a quem chega o lume sem castigo,isto para não falar nos mandantes. Perante isto a justiça tem de ser dura e eficaz para que conste e nunca lhes passe a mão pela cabeça para voltarem a fazer o mesmo para quem ateia lume.É neste contexto onde se perde pessoas em plena juventude e que um dia,e porque é generoso e não gosta de estar sentado no café a ver a banda passar...teve sim um coração grande e dá a sua vida perante a sociedade que não tem coração para ver o sofrimento humano.Aos familiares dos colegas que ficaram no monte,na estrada da vida,me curvo perante a sua memória,a todos que diariamente travam uma luta sem fim...força camaradas nunca desistir daquilo a que nos propomos VIDA POR VIDA

8 comentários:

alegria de viver disse...

Querida amiga

É muito triste saber que todos os anos acontece o mesmo, e ninguem toma uma providência. Infelizmente, parece que este ano muitos países estão passando por este problema.

Com muito carinho BJS.

Carlos Albuquerque disse...

Junto-me ao seu desabafo, Amiga Lisa.
Partilho da sua revolta.
Curvo-me, reverente, perante a memória dos bombeiros que dão a sua vida para salvar outras vidas e bens alheios.
O país muito lhes deve.
Abraço

poetaeusou . . . disse...

*
esqueceste dos grandes
interessas monetários
que envolvem os meios
para combaterem os fogos,
percentagens nas compras,
no custo dos aviões,
no interesse das celuloses,
no descaramento dos madeireiros !
,
conchinhas triste e afogueadas,
te deixo,
,
*

♥.•:****-franciete-****:•.♥ disse...

Amiga junto o meu sentimento ao teu, e o meu coração grita bem alto que todos esses assassinos possam ser deitados nos fogos que incendeiam. Assim de certo que não haveria tanta maldade, nem tanta gente inadaptada a fazer mal aos que amam a vida e a natureza.
Eles sabem quem são e os interesses que estão por de traz de tudo isso, quando chegasse esta altura deveriam de os ter encarcerados, mas assim é melhor como é que é possível este País ir para a frente.
Beijos de muita luz e muita paz para os nossos queridos bombeiros que tanto merecem

Secreta disse...

Um assunto que me choca e revolta...
Beijito.

Maria disse...

Deixo-te um abraço sentido.

Fernanda disse...

Querida Lisa!

Agora sim, este foi um desabafo saído da alma, das entranhas...

Aqui dizes tudo. Fazes perguntas pertinentes. Urgentes ...

Só me resta juntar-me a ti e chorar a morte dos que por todos lutam, de forma tão desigual, e por lá ficam...
Na flor da idade...Amiga doí demais!

Beijinhos

Ana disse...

Mesmo que não tivesse tempo para comentar mais nada este teu "desabafo" seria o único que escolheria.
Foi um inferno o que se passou nestes últimos tempos com tanta desgraça e quem sofre são sempre os mesmos.
Tens toda a razão amiguinha Lisa partilho na integra em tudo o que escreveste.
Estamos todos cansados daqueles que mandam não fazerem rigorosamente nada para mudar e quem fica a perder são aqueles que já cá não estão porque deram a vida para salvar outras, os que perderam os seus bens e o nosso País que fica mais despido do verde da sua vegetação.
Estive ausente 22 dias muito longe de Aveiro em terras Algarvias e andei também por sítios onde observei quilometros e quilometros de zonas que foram devastadas pelo fogo.
É mesmo muito triste!
Um grande beijinho repleto de carinho,
Ana Paula