quinta-feira, junho 17, 2010


PRESENÇA

É preciso que a saudade desenhe tuas linhas perfeitas,
teu perfil exacto e que, apenas, levemente, o vento
das horas ponha um frémito em teus cabelos...
É preciso que a tua ausência trescale
subtilmente, no ar, a trevo machucado,
as folhas de alecrim desde há muito guardadas
não se sabe por quem, nalgum móvel antigo...
Mas é preciso, também, que seja como abrir uma janela
e respirar-te, azul e luminosa, no ar.
É preciso a saudade para eu sentir
como sinto - em mim - a presença misteriosa da vida...
Mas quando surges és tão outra e múltipla e imprevista
que nunca te pareces com o teu retrato...
E eu tenho de fechar meus olhos para ver-te.

Mario Quintana

12 comentários:

me, myself and I disse...

Olá, Lisa.

É sempre bom passar por aqui e (re)descobrir tão belos poemas.

beijo

♥*♥( Franciete)♥*♥ disse...

Minha linda obrigado pelo carinho, pode levar quantas quiser, é sempre um prazer.
O amor faz parte da nossa existência, por ele tudo faremos sem ela nada tem valor.
E como dizia o Mestre amai-vos uns aos outros como eu vos amei.
Beijinhos de luz e paz

Cristina Meneses disse...

É muito bom encontrar alguém com sentimentos tão profundos neste mundo tão árido de sentidos.Fiquei muito feliz por te ter encontrado.A Amizade é dos sentimentos mais importantes para mim e não a tho encontrado-a verdadeira!Boas férias!Felicidades.

Anjo Azul disse...

A Amizade é dos sentimentos a k dou mais valor-mas a Verdadeira e essa passa muito ao lado!...Foi uma feliz coincidencia ter encontrado este Blog tão lindo profundo e maravilhoso!Boas férias!Adoro o mar...Queria estar aí...Sê feliz sempre!Bjinhos com carinho.

Fernanda disse...

Olá minha querida amiga Lisa!

Bom saber-te de volta.
Bom ouvir de ti e ler estas maravilhas que escreves.

Hoje é dia especial para o José eu eu, 35 anos depois...ainda juntos.
Queria partilhar contigo a nossa felicidade, porque és especial.

Tens um selo na Galeria de selos do Rau para ti.

Beijinhos

Dulce disse...

Tão bom encontra-la por aqui, de novo, Lisa. E chega em tão boa companhia... Lindos versos do terno Quintana...
Beijos e obrigada pela visita lá no Prosa.

poetaeusou . . . disse...

*
de olhos abertos fico,
sempre que revejo, Quintana,
,
conchinhas,
,
*

alegria de viver disse...

Olá querida amiga
Lindo poema, é muito bom quando alguem valoriza nossa presença.
Com muito carinho BJS.

Sonhadora disse...

Minha querida
Maravilhoso poema...muito belo.

Beijinhos
Sonhadora

Maria disse...

Querida amiga, recebi um selinho que não podia de deixar de repartir consigo, por isso deixei um selinho e uma flor de presente para si , lá no meu cantinho, está em:

http://algarve-saibamais.blogspot.com/2010/06/obrigado-amiga-ana.html

O seu blog é super especial e merece esta pequena atenção. Espero que goste.

Bjs do tamanho do infinito
Maria

Mona Lisa disse...

Olá Lisa

Adorei o poema.

Aliás gosto imenso de Mário Quintana.
Diz tudo de uma forma terna!

Bjs.

Agulheta disse...

Queridos amigos.Obrigados pelas palavras e comentários amigos que aqui deixaram.Tenho estado ausente deste espaço,e o farei mais vezes,dentro do possivel virei com carinho e amaizade como até aqui.
Beijinho a todos vós.Lisa