domingo, maio 02, 2010



É Noite, Mãe

As folhas já começam a cobrir
o bosque, mãe, do teu outono puro...
São tantas as palavras deste amor
que presas os meus lábios retiveram
pra colocar na tua face, mãe!...

Continuamente o bosque se define
em lividez de pântanos agora,
e aviva sempre mais as desprendidas
folhas que tornam minha dor maior.
No chão do sangue que me deste, humilde
e triste, as beijo. Um dia pra contigo
terei sido cruel: a minha boca,
em cada latejar do vento pelos ramos,
procura, seca, o teu perdão imenso...

É noite, mãe: aguardo, olhos fechados,
que uma qualquer manhã me ressuscite!...

António Salvado

9 comentários:

Mona Lisa disse...

Olá Lisa

Mãe, símbolo do amor incondicional.

Feliz dia da Mãe!

Bjs.

Maria disse...

Belíssimo poema.
É noite, Lisa... uma noite profunda demais...

Beijinho.

José disse...

Olá amiga Lisa,

Tive a participar numa postagem coletiva,que o tema é mesmo o Outono, embora a gente teja Primavera.
Aqui também fala de folhas caidas,
nos lagos,nos bosques,e das vidas, e das MÃES.

um beijinho grande,
José.

Maysha disse...

Ola Lisa
Lindo este poema.

Feliz Dia da Mãe
Beijo de luz
Isa

Dulce disse...

Um lindo e sofrido poema que qualquer mãe entenderia perfeitamente. Tantas saudades, tanto arrependimento por um tempo não vivido...

Que seu Dia das Mães seja lindo, especial, iluminado.

Beijos, Lisa

me, myself and I disse...

Lisa,

É dia...
... Dia da Mãe!

Beijinho e feliz Dia

Maria disse...

Lindíssimo poema.

"Ser Mãe é assumir de Deus o dom da criação, da doação e do amor incondicional. Ser mãe é encarnar a divindade na Terra." (Barbosa Filho)

Tenha um dia da Mãe muito feliz e uma excelente semana.
bjs
Maria

Carlos Albuquerque disse...

Belo poema!
Feliz e sensível assinalar do Dia da Mãe!
Um abraço, Amiga Elisa

Agulheta disse...

Aos amigos e(as) e como mãe que sou,e filha de igual modo, e gosto,agradeço as palavras que aqui foram escritas por os amigos.Obrigados pelo carinho e amizade.
Lisa