quarta-feira, abril 28, 2010



(imagem retirada da net)

Como algumas vezes tenho dito,e nunca será demais voltar a dizer.Este blog é de paz,não gosto de correntes,e tenho direito a minha opinião.Estes são os três factores principais,para além de gostar de poesia música,e dos meus amigos.Este blog,falou de Abril,e vai continuar a falar,até que a voz me doa.Sei que muitos não gostam sequer do nome...abril.Mas gosto do mês,tem grandes recordações para mim,e tenho uma coisa,respeito toda a gente desde que me respeitem a mim.Sei que nem tudo estará como todos nós o desejamos,mas vamos olhar em nosso redor e outros não estarão melhor,lamento que tanta gente esteja desempregada.Sobre a data, e 25 principalmente, o que me faz confusão,depois destes anos todos que ainda se pense assim.Cada um é livre de pensar de forma diferente é um direito de cada um.Agora sempre serei como até aqui,penso pela minha cabeça,sou amiga do meu amigo,com toda a consideração e estima o farei sempre,obrigados a todos que comentaram,sobre Abril.

Lisa

7 comentários:

Graça Pereira disse...

Querida Lisa
Gosto da tua frontalidade e vejo que amas as causas que abraças...eu tambem sou assim!
Beijocas e resto de boa semana
Graça

Dulce disse...

Minha amiga, gosto do que leio neste seu texto.
Percebo-a mulher forte, decidida, verdadeira, como deveriamos ser, todas nós, mulheres desta época cheia de desafios e descobertas.
Beijos e uma boa tarde para você.

Laura disse...

Olaré, sou uma das que não aceitou o 25 de abril, nada mais nada menos porque tivemos de sair da terra amada, é a minha raiva a minha dor aos 22 anos sem mais nem menos, fazer as malas e sair para fugir á guerra...doeu, assim, não posso cantar vivas ao 25 de abril, tinha 22 anos apenas e nem sabia que aqui não havia liberdade..enfim...Beijinhos mil, laura

alegria de viver disse...

Olá querida
Obrigada pela visita.
Acho que está certíssima, as pessoas como você sempre serão verdadeiras amigas, pois podemos confiar, tem a alma pura com muita bondade no coração.
Tenho muito prazer em ser sua amiga, ainda que seja virtual, tenho fé que um dia nos encontraremos pessoalmente, quem sabe vem passear no rio de janeiro.
Com muito carinho e alegria BJS.

Sonia Schmorantz disse...

Bem, 25 de abril, pessoalmente para mim é uma data especialíssima - nasceu minha filha há 29 anos atrás. Mas concordo contigo, a pessoa tem que ter sua opinião e ser firme, sempre!
beijo

Agulheta disse...

Olá Laurinha desde a pouco!Pois olha amiga se não gostas do 25 de Abril,que te vou fazer para gostares.Sabes a guerra assim é e para alguns,tive familiares em Angola,e vieram como tu embora e tudo que tinham deixaram,não foi por isso que repisaram o porquê.Sabes amiga,talvez por encarar o fogo defronte,e já tive que fujir muitas vezes para não morrer,e muitas vezes vimos quem lhe chega o lume, e não é por isso que o vou matar.Um dia o pai de nós todos se está a ver,fará a justiça.Agora te posso dizer que aqui não havia liberdade,pois não e os nossos soldados iam para Angola combater os que lá estavam,porque aqui eles combatiam as pessoas na prisão,à pancada.Sabes era eu pequenina,mas me lembro bem,foram buscar o meu pai a casa,eram 6 horas da manhã,lhe deram tanta porrada e o levaram presso,só porque alguém que não gostava dele o acusou,coisa feia digo,já partiram os dois,tenho muita tristesa por tal,e jamais esquece,e como tal digo e direi Viva o 25 de Abril,para mim e todos que não gostam de ditaduras.
Beijo Lisa

Fernanda disse...

Querida Lisa,

É assim mesmo, nada a temer.
Em nome de que??? Também louvo Abril, adoro cravos vermelhos.

Nós temos mais é que ser nós mesmas.
Gosto de gente frontal e sem papas na língua.

Beijinhos