sexta-feira, março 26, 2010





Dizem que no mês de Março,tanto durmo como passo.Mas é nele o começo das amendoeiras em flor!
Com belas cores vestem a rigor as paisagens do Alto Douro e Algarve.Neste colorir se vestem de verde as hortas e o tojo nos montes,verde da planta é tão forte de seiva e cor,que muitas vezes nem sabemos explicar.
As temperaturas nesta altura podem ser suaves ou amenas,mas também dias de frio e inverno rigoroso.
Quem gosta da natureza aprecia cada pedaço como se fosse o último.Neste sentir a plenos pulmões,vem até nós o cheiro das flores das amendoeiras.Como num breve despertar pela manhã,nos trás o carinho da primavera.É neste caminhar pelos montes,embora o tempo não deixe,ainda vimos os tons de amarelo do tojo bravio,como que a tentar colorir,aquilo que o sol não deixa,as margens dos campos,levam muita água pela erva verde que a custo conseguimos pisar,mas sinto como se fosse único,e cada olhar se perde no espaço.Ao longe uma pastora leva as ovelhas pelos trilhos,a chuva é muita,mas ela como mulher do monte e serrania,leva em seu corpo franzino,uma capa feita de colmo.Nada a impede de ser feliz,tem toda a natureza por companhia,assim se vai fazendo o mês da primavera.

12 comentários:

Maria disse...

O mês de Março já está no fim e já nos devia estar a dar dias mais solarengos. Mas isto anda tudo trocado, o Inverno tem sido muito rigoroso e oxalá o Verão não nos traga calor demais.
Gostei das tuas palavras de amor à Natureza e do 'andar' da pastora...
Gosto das terras de xisto. Quem sabe não vou até lá um dia destes...

Beijinho, Lisa.

EDUARDO POISL disse...

Cada pessoa que passa em nossa vida, passa sozinha, é porque cada pessoa é única e nenhuma substitui a outra! Cada pessoa que passa em nossa vida passa sozinha e não nos deixa só porque deixa um pouco de si e leva um pouquinho de nós. Essa é a mais bela responsabilidade da vida e a prova de que as pessoas não se encontram por acaso.
Charles Chaplin

Desejo um lindo final de semana.
Um abraço com carinho

Maysha disse...

Ola amiga
Este teu texto é um verdadeiro hino à Primavera, que tarda em chegar para nos alegrar.
Mas os campos já começam a estar floridos e logo a chuva vai embora.

Tem um bom fim de semana, beijo de luz
Isa

Ana Paula disse...

Que texto poetico maravilhoso alusivo à estação do ano mais especial, a linda Primavera.
Enquanto o lia estava a imaginar todos aqueles "quadros" que citaste, das amendoeiras em flor, da giesta com as florinhas amarelas, da pastora que levava o gado ao pasto... Foi um belo momento, adorei!!!
Ah as imagens são lindíssimas e ilustram o texto na perfeição. Parabéns querida Lisa!!!
Aproveito para te desejar um maravilhoso fim-de-semana.
Um grande beijinho repleto de carinho,
Ana Paula

Mona Lisa disse...

Olá Lisa

Bela sinfonia Primaveril!

Os meus parabéns.

Bjs.

Sonia Schmorantz disse...

Quero ser o teu amigo. Nem demais e nem de menos. 
Nem tão longe e nem tão perto. 
Na medida mais precisa que eu puder. 
Mas amar-te sem medida e ficar na tua vida, 
Da maneira mais discreta que eu souber. 
Sem tirar-te a liberdade, sem jamais te sufocar. 
Sem forçar tua vontade. 
Sem falar, quando for hora de calar. 
E sem calar, quando for hora de falar. 
Nem ausente, nem presente por demais. 
Simplesmente, calmamente, ser-te paz. 
É bonito ser amigo, mas confesso é tão difícil aprender! 
E por isso eu te suplico paciência. 
Vou encher este teu rosto de lembranças, 
Dá-me tempo, de acertar nossas distâncias...
Fernando Pessoa

Um domingo de paz e amor junto aos seus!
abraço

Laura disse...

A Primavera
enfeita os montes
correm por ele
as águas das fontes.

E nos eu frenesim
nascem flores sem fim
e quando o vento passa
enche-nos da sua graça.

Ao derramar
o seu suave odor
antecipando
os dias de calro.!

Escrito aqui e agora, para ti, com ternura pela linda postagem..
Amei a pastora, meus avós tinham gado, sei o que é ir com as vacas e ovelhas pelos montes, ia com as tias, tão bom recordar!
Aquele abraço da laura de Bom Domingo para ti e fmailia, laura

♥*♥(franciete)♥*♥ disse...

Que lindo amiga, eu adoro fazer estes passeios pelo campo, assim que chega a Primavera logo vou correndo para o Alentejo, adoro ver os prados cobertos de mil cores, amo a Natureza com todo o seu despertar, há lá coisa melhor do que o contacto com a Natureza pura.
Beijinhos de luz e paz

Dulce disse...

Um lindo relato de um começo de primavera que traz beleza luz e cor... e a pastora frágil trouxe-me a figura de minha mãe menina que andavas a pastorear suas ovelhas, exatamente como foi descrito... Para mim, um texto comovente, Lisa.
Obrigada.
Beijos e bom dia.

J.Ferreira disse...

Querida Lisa,
Assim é!
A Primavera está muito tímida e a chuva não nos abandona.

O teu testo é lindo, e as imagens incrívelmente belas.
Oxalá chegue logo a nossa tão desejada Primavera.

Beijinhos

Fernanda disse...

Querida Lisa,

Olha querida deves estar espantada com o meu último comentário :)))
O José é também agora administrador no Rau, o último post é dele, mas eu fui formatar e esqueci-me de mudar a senha, deu neste bizarro comentário.
Desculpa.

Beijinhos

Agulheta disse...

Aos amigos que comentaram este post,que de certa forma fala na primavera,o meu obrigado pelo carinho e palavras.
Beijinho a todos Lisa