domingo, fevereiro 21, 2010



Fotos sapo

Ainda mal recompostos de um desastre natural que se abateu sobre o Haiti.Agora nos atinge a nós,não aqui mas no arquipélago da madeira.Esta semana,foi fatídica em acidentes derivados ao mau tempo,foi no mar de Viana, mar de Peniche,e foram vítimas pescadores que tiram o pão da fúria de um mar inverno.
E como tudo isto nos doía no coração,o pior se abateu sobre a Madeira.A mãe natureza foi implacável e atroz,e cada vez devemos pensar se o homem não arrisca demais sobre o planeta,o que é do mar ele vem buscar.Agora devem cuidar dos vivos,enterrar os mortos,dar o apoio necessário as suas populações,deixar de lado a politiquice.Para este povo que neste momento sofre muito,o abraço solidário que atravessa o mar.O que sentimos neste momento,é um lamento e uma grande solidariedade com todos

6 comentários:

Fernanda disse...

Querida Lisa,

Foi uma verdadeira calamidade que assolou a Madeira.

Mas tens razão... a natureza está a cobrar o mal que lhe temos feito.
Para colmatar, há quem afirme que os canais não foram bem programados por quem de direito.
O pior são os inocentes que já foram e tanta destruição.

Beijinhos

alegria de viver disse...

Querida amiga
Esta é a noticia que ninguem gostaria de ler. O mar é senhor absoluto, mas o homem ainda acha que pode controlar. A natureza também é sábia, se o homem destroi ela tenta se recompor, e para isso sofremos as consequências.

Mando o meu abraço solidário.
Com muito carinho BJS.

Laura disse...

Realmente, a natureza ataca por onde quer, nada lhe faz frente, nem sei como aquelas águas irromperam com tal fúria.Minha nossa...
mas, é assim.
Abraço solidário a todos os que sofrem na pele a dor o desconforto, a desilusão..beijinho da laura

Rosa Carioca disse...

Quando a Natureza fala...
Primeira vez que visitei este seu cantinho e gostei do que li. Vou voltar mais vezes.

Maria disse...

Não tenho palavras para o que vejo nas televisões. Difícil acreditar.

Um abraço

Ana Paula disse...

Ao destino ninguém foge miguinha e ultimamente tem sido demais, catástrofes naturais horríveis e esta na nossa Ilha foi mesmo terrível.
Tens razão miguinha o homem destroi e a natureza cobra. Ainda mesmo agora estavam a passar as imagens na TV e estão dois senhores um jornalista e um operador de camara que "sobreviveram" no momento em que a paisagem que existia desapareceu e a relatarem os factos que assistiram.
O que mais os marcou foi as pessoas a desaparecerem.
Até arrepia...
Jinhossssssss