segunda-feira, fevereiro 15, 2010



Eu e Tu
Dois! Eu e Tu, num ser indispensável! Como
Brasa e carvão, centelha e lume, oceano e areia,
Aspiram a formar um todo, — em cada assomo
A nossa aspiração mais violenta se ateia...

Como a onda e o vento, a Lua e a noite, o orvalho
e a selva
— O vento erguendo a vaga, o luar doirando a
noite,
Ou o orvalho inundando as verduras da relva —
Cheio de ti, meu ser de eflúvios impregnou-te!

Como o lilás e a terra onde nasce e floresce,
O bosque e o vendaval desgrenhando o arvoredo,
O vinho e a sede, o vinho onde tudo se esquece,
— Nós dois, de amor enchendo a noite do degredo,

Como partes dum todo, em amplexos supremos
Fundindo os corações no ardor que nos inflama,
Para sempre um ao outro, Eu e Tu, pertencemos,
Como se eu fosse o lume e tu fosses a chama...

António Feijó, in 'Sol de Inverno'

12 comentários:

Chris disse...

Sempre boa poesia que encontro aqui e este de António Feijó é uma delícia. Talvez o amor seja um e não dois...
Uma boa semana, Lisa
Chris

Fernanda disse...

Querida Lisa,

Hoje foste buscar um poema que incendeia os corações.
Lindo!

As melhoras para o João.
Beijinhos para ambos,

Maria disse...

Belíssimo poema de amor, que não conhecia.
Obrigada, Lisa.

Beijinhos

Ana disse...

Olá kida Lisa!
Venho desejar-te uma tarde de Carnaval "super" feliz!!!
E por falar em felicidade este poema como diz a Fernanda que "incendeia corações" foi muito bem escolhido para este MAR DE CHAMAS "de AMOR".
Um grande beijinho repleto de carinho,
Ana Paula

FOTOS-SUSY disse...

OLA LISA, BELISSIMO POEMA...GOSTEI MUITO...QUE TENHA UMA BOA SEMANA AMIGA...AS MELHORAS PARA AO SEU FILHO!!!
BEIJOS DE CARINHO,


SUSY

Sonia Schmorantz disse...

Lindo este poema de Feijó, não o conhecia, um prazer ler aqui.
beijos, ótima semana para ti

Sandra disse...

Vim lhe convidar para viajar comigo...Vamos viajar..
Está na hora do voo..
Local da saida: Curiosa
Endereço: Através do link.(AQUI)
Destino:Concurso de Poesia-Portugal.
Não se atrase...
Ficarei muito feliz com a sua companhia...Faremos uma linda Viagem..
Carinhosamente
Sandra

Graça Pereira disse...

Adoro a poesia de António Feijó, poeta não muito divulgado entre nós mas que é uma delícia quando fala do amor. Boa escolha no poeta e na poesia, o que mostra a tua sensibilidade.
Como vai o filho?
Beijos para os dois.
Graça

Secreta disse...

Muito bonito este poema :)

Laura disse...

Eh, custa-me a entender, é que nunca consegui associar o amor a um e a dois, ou seja, nunca o senti assim, tão uno, tão belo, que pena, mas um dia, quem sabe....
beijinho da laura

Agulheta disse...

Sei que nem sempre o tempo nos deixa comprir as coisas,neste caso vir responder aos amigos.É mais prático e importante eu visitar todos,pois os comentários em resposta aqui,só se houver vontade de voltar para ver,desde já agradeço as palavras escritas e deixo beijinho para todos vós...obrigados. Lisa

Maria Ribeiro disse...

ELISA: belíssima poesia de ANTÓNIO FEIJÓ! UM hinoà vida e ao amor!Matéria e espírito na união das duas metades, que formam a unidade: Homem-Mulher!
BEIJOS DE
LUSIBERO