segunda-feira, janeiro 04, 2010



Mar que abraças forte os que de ti querem fugir.Mas para onde pergunto, se tu não deixas.Em tuas palavras cortantes dizes...és meu és meu.Nem te comoves pelo desespero de quem espera na praia, de solidão,cansaço e desespero do vazio,és tão grande que nem sentes o murmúrio.E tantas são as lágrimas da mãe e do filho,e no teu som dizes..é meu.Quando de ti me aproximo,é em passo manso e sereno,não vá tu acordares,e não ter tempo de voltar,mas como sei que gostas dos que te amam,te acaricio com as pontas dos dedos, e sinto o teu gemer em meu ombro e tua solidão,porque o que é teu,em ti ficará para sempre,assim és tu mar.
Lisa

10 comentários:

Fernanda disse...

Querida Lisa,

Parece que já não vinha cá há um tempão.
Trabalhaste muito para compensar a tua ausência, foi isso????

Sabes como adoro o mar, mas também só o acaricio. Não meço forças com ele, nem me atreveria nunca.
Fico muitas vezes só a escutá-lo ou a admirar a sua beleza e o seu perfume.

Beijinhos

Céci disse...

Ola Amiga Lisa,

O mar é a minha fonte inspiradora, não conseguiria viver longe do mar, mas sim também faz sofrer, e às vezes é muito injusto!

Adorei!

Bjinhos

Céci

Agulheta disse...

Ná.Olha nem reparei se foi à muito tempo? não faz mal,esta amiga está sempre aqui.Beijinhos Lisa

Agulheta disse...

Céci.Sei que para muitos é a fonte de inspiração,a minha igual,é pena não viver perto,mas faz muito sofrer é verdade.
Beijinhos de amizade.
Lisa

Maria disse...

O mar é vida, Lisa!
O mar não faz mal a ninguém, é verdade que há dias em que está perigoso... mas ele avisa, e os homens não deviam desafiá-lo...
O mar é, provavelmente, a maior força da natureza, mas é também amor...

Um beijo, Lisa

Laura disse...

Mar é amor
é espraiar de dor
por vezes
mas nem sempre ele nos leva
nós é que o buscamos
ansiosos por entrar nele
e nunca mais regressar
porque nem todos têm coragem
de a sua cruz
carregar!...

escrito aqui e agora, para a querida Lisa, a nina que combate o fogo com a água e, nem sempre se consegue lutar contra ele..laura

Carlos Albuquerque disse...

Elisa
O Mar!
Meu amigo e companheiro (agora pouco) desde criança. Brigámos algumas vezes, mas nada de importante, foram sempre ralhas de acabar em aperto de mão e abraço.
Hoje, apenas o vejo e ouço. Bem gostaria de voltar a poder mergulhar por ele adentro, viajando pelo mundo que ele guarda.
Beijinhos
Que 2010 esteja a ser um ANO BOM

Janaina Amado disse...

Lisa, tens razão: realmente compartilhamos a mesma paixão pelo mar! Grande abraço.

Meg disse...

Lisa,

Também o mar foi o meu grande companheiro de muitas horas de solidão, tornando-as bem menos difíceis. Quando o meu olhar se perde nele ainda hoje, que o tenho na minha frente em cada dia,tudo se torna mais relativo perante a sua imensidão.
Mas sei o quanto pode ser cruel.

Beijinho, Lisa

Ana disse...

Querida Lisa esse mar que te inspira para escrever estas belas palavras, a mim fascina-me para captar lindas imagens. Acreditas que me apetece ficar até ao por-do-sol? Eu sei que quando está bravo é perigoso para aqueles que vivem da faina da pesca e dos transportes marítimos...
Enfim mas adoro o mar e adoro o que escreveste!!!
Beijinhos doces,
Ana Paula