segunda-feira, dezembro 14, 2009



Saber Viver

Não sei... Se a vida é curta
Ou longa demais para nós,
Mas sei que nada do que vivemos
Tem sentido, se não tocamos o coração das pessoas.

Muitas vezes basta ser: Colo que acolhe,
Braço que envolve, palavra que conforta,
Silêncio que respeita, alegria que contagia,
Lágrima que corre, olhar que acaricia,
Desejo que sacia, amor que promove.

E isso não é coisa de outro mundo,
É o que dá sentido à vida. É o que faz com que ela
Não seja nem curta, nem longa demais,
Mas que seja intensa, verdadeira, pura... Enquanto durar

Cora Coralina

14 comentários:

Ana disse...

Olá querida Lisa!
Adoro este maravilhoso poema, e este começo acho fantástico:~
Não sei...
Se a vida é curta
Ou longa demais pra nós,
Mas sei que nada do que vivemos
Tem sentido, se não tocamos o coração das pessoas.
É verdade e acho que , ele se enquadra numa "garota linda" chamada Lisa que sabe sem dúvida "tocar" o coração dos amigos, não é miguinha?:-)).
Quanto à pergunta que me fizeste, só não podemos fotografar em locais publicod fechados, que não é o caso do Forum de Aveiro que é aberto. Mas também já tenhio tirado (sem ninguém ver) nos locais fechados:-))
Obrigada pelo teu carinho, e por seres especial!!!
Agora que tenho tempo vou ler as outras mensagens:-))
Sente um abraço bem apertadinho e um beijinho muito grande,
Ana Paula

Maria Emília disse...

Verdade, Lisa. Não importa mesmo o quanto vivemos, mas o que fomos deixando durante esse tempo.
Um grande beijinho,
Maria Emília

Pitanga Doce disse...

"Muitas vezes basta ser desejo que sacia".

E é. Muitas vezes!

boa noite Lisa e dorme bem que está frio, eu sei.

Fernanda disse...

Querida amiga Lisa,

Que poema mais lindo!
Para que a nossa passagem valha a pena, temos mesmo que tocar o coração das outras pessoas!!!

Beijos

alegria de viver disse...

Querida amiga
O poema é muito lindo, tocar o coração das pessoas é dar carinho.
Com muito carinho BJS.

Lucília Ramos disse...

O poema é lindo e o filme da foto também. Adorei ver Serenata à chuva. Bom relembrar.

Beijo e fica bem.

José disse...

Olá Lisa,
Que bonita escolha para o momento que estamos passando este poema da Carolina.
Eu tenho a felecidade de ter muitos amigos virtuais que me tocam o coração e muito, por isso valeu a pena ter vindo para internete,

um beijinho, José

Mona Lisa disse...

Olá Lisa

Adorei o poema.
Obrigada pela partilha.

A vida é para ser vivida dia a dia com intensidade!

Bjs.

Lisa

LOURO disse...

Olá amiga Lisa,
lindo poema,saber viver,por vezes não custa,o que custa é não saber...
Não seja nem curta,nem longa demais,
Mas que seja intensa,verdadeira,pura...
enquanto durar.

Beijinhos de carinho e amizade
Lourenço

Dulce disse...

Lisa
Um lindo pensar dessa mulher linda que foi Cora Coralina.
Obrigada por este momento.
Beijos e boa tarde

O Profeta disse...

À volta desta fogueira
Aquecem os corações, almas penadas
À volta desta fogueira ninguém foge
Todos contam lendas de pessoas encantadas

Todos rezam, todos pedem
Que desça o céu à terra
Todos falam de um anjo
Que travou uma santa guerra

Manto de água, mundo verde
Manhãs de sol posto no céu
Às vezes a luz perde-se na noite
À vezes um coração veste um negro véu


Mágico beijo

Laura disse...

É exactamente isso, se olharmos a tudo e todos, de certeza que teremos a vida que teremos de ter e levaremos ainda muito para do outro lado, dar!...Beijinhos nina agulheta..laura

Secreta disse...

É mesmo isso que importa, viver ao invés de sobreviver!

Agulheta disse...

Aos amigos que aqui comentaram,obrigados pelo carinho e amizade,e por as palavras lindas que aqui escreveram.
Beijinho a todos Lisa