domingo, novembro 22, 2009



Queria soltar as palavras nesta dia,mas
a chuva impregnou meus pensamentos com pingos
soltos,e levara com elas as pombas,que me visitam.
Os sonhos fugiram,pela janela os tentei agarrar no pensamento,
só meu,mas o voo foi alto demais para mim,estiquei
meu corpo franzino em bicos de pés
mas elas lá foram,neste dia e final de tarde

14 comentários:

Fernanda disse...

Querida Lisa,

Deixa lá, amanhã elas voltam e pode ser que não chova...

Olha amiga, tenho no Rau dois selos para ti, o segundo precisa de um código que te vor mandar já por e-mail.
Vai lá buscá-los, ficaria muito feliz.
Beijnhos

Chris disse...

Por vezes, é assim... tentamos agarrar os pensamentos
Bjs
Chris

Laura disse...

Pensamentos
mais vale soltá-los
ao vento e de novo
tentar agarrá-los
ou antes acompanhá-los
para que sendo bons
cá dentro possam voltar
para que de novo
os possamos largar
ao vento!...

Beijinhos menina Lisa e fizeste-me falta anteontem!... laura, como Bombeira, ora pois...

Secreta disse...

Os sonhos voltam...os pensamentos voltam... a felicidade volta...
Beijito.

Meg disse...

Lisa,

Vale mais soltar as palavras que deixar os sonhos fugir.
Porque, como alguém que conheces dizia... o sonho comanda a vida.
E é nisso que temos de acreditar, principalmente nos momentos de maior melancolia.

Um beijinho para ti

alegria de viver disse...

Olá querida
Suas palavras são lindas, expressão o sentimento do momento.
Com muito carinho BJS.

Sandra disse...

Lindo verso Menina.
Chuvas no final de tarde, que interrompem nossos pensamentos, pelos barulhos de seus pingos.
Chuva do final de tarde, vem trazer o meu amor, para ficar comigo, neste momento de prazer...
Corre chuva, corre chuva sem parar...
Vem trazer o meu amor, em meus braços colocar...
Como os pingos que fora caem,
vem depressa ao meu encontro, com se fosse ventos a soprar no meus cabelos...
correm soltos, correm soltos,como fossem os meus pensamentos, a vagar num tarde de primavera.

Os pingos da chuva fina, vem de leve levar os meus pensamentos, para bem longe junto aos seus...
Sem deixar que o barulho dele, interfira no meu amor...

Com muito carinho, deixo-lhe estes pingos de chuva para molhar nossa amizade.
Com muito carinho
Sandra

AGRADEÇO O IMENSO CARINHO E TAMBÉM PELA VISITA.
SEMPRE TÃO GENTIL COMIGO.
FICO MUITO FELIZ,
Venha conhecer os outros.
ADORO A SUA PRESENÇA NO BLOG.
SANDRA

Carlos Albuquerque disse...

Amiga Elisa.

O que eu penso: não deixar fugir os sonhos, nem sair deles a correr. O sonho precisa que o deixemos levedar, para que lhe vejamos a forma e, até, ouçamos a voz. E muito mais que não caberia dizer aqui...
As palavras, essas, voltam sempre!

Beijinhos, Amiga.

Mona Lisa disse...

Olá

Pensar é viver!
O pensamento leva-nos...

Bjs.

Lisa

Flor ♥ disse...

Passei prá deixar meu carinho...
.
.
.

Carminda Pinho disse...

O que seria de nós sem o sonho?
As pombas, essas, voltarão seguramente.:)

Beijinho, Lisa.

Dulce disse...

As vezes pensamos ter perdido nossos sonhos, chegamos a imagina-los levados pelo vento... mas com encanto nós os vemos voltar ao ninho numa brisa, num raio de luar, num terno olhar...
beijos

Agulheta disse...

Aos amigos que aqui comentaram,o meu obrigadao e bem hajam.O tempo não tem dado para aqui vir com mais assiduidade,a minha desculpa.
Beijinho a todos vós.
Lisa

Ana disse...

Olá doce amiga!

Quantas vezes tentamos agarrar os pensamentos e não conseguimos e se existe liberdade é no nosso pensamento.
Adorei estas lindas palavras que me fez imaginar um cenário identico.
Parabéns amiguinha!!!
Jinhos godos,
Ana Paula