sexta-feira, novembro 06, 2009


(foto google)

De quando em quando, e tendo um pouquinho de tempo abro o meu baú das recordações. Hoje fazendo algumas arrumações, pelo tempo que ficou mais frio, vamos tirar a roupa que já deixa a saudade! E não é que na velha arca encontrei tanta coisa? Em todas elas tinha uma palavra Amor, umas pecinhas pequeninas de tanto encanto, com lindos bordados e rendinhas, e até a velha fraldinha como era de norma. Hoje como eles cresceram, já não as usam mas estão lá guardadas com o tal amor. A bata da escola, com o nome bordado pela mãe, lá está no meu baú! Os sapatos dos primeiros paços, o lacinho da blusa do colégio, a camisola da ginástica, e até duas camisolas, que falam num logótipo de Abril, também quiseram ter. Esta a razão do meu baú sem falar em tantas outras coisas que guardei, mas darei seguimento, porque hoje só lembrei, e abri as duas páginas da razão da vida de ser mãe…os filhos.
Lisa

11 comentários:

Carlos Albuquerque disse...

Amiga Elisa.
Quando abrimos o nosso baú das recordações é um soltar de lembranças que nos leva a viajar no tempo e, por vezes, nos alegra e liberta o espírito.
Como essas que encontrou e outras que, certamente, encontrará.
Beijinhos, minha amiga, bom fim-de-semana.

Fernanda disse...

Querida amiga Lisa,

Sei o que sentes, também sou mãe.
Até a primeira madeixa de cabelo que lhe cortaram e o primeiro dente guardei.
Fiz o meu escritório no quarto dele, sem o alterar, para me sentir mais próxima...enfim coisas de mãe.

Beijinhos e bfs.
para ambos.
Ná e José

alegria de viver disse...

Olá querida
Recordar é viver duas vezes, e as lembranças sempre nos deixam com o coração em festa.
Com muito carinho BJS.

Mona Lisa disse...

Olá Lisa

Todos temos os nossos baús de recordações!

Tenho baús de recordações palpáveis e um de que gosto particularmente..."AS minhas memórias"...na minha memória.

Bjs.


Lisa

tossan® disse...

Lindo texto! Com a música então! Cresce e flui.... Beijo

Vieira Calado disse...

Está cheia de sorte!...

Eu perdi tudo quanto tive na infância.

Só ficaram recordações...

Beijinhosss

Sonia Schmorantz disse...

Deve ser um doce momento abrir este baú, assim como muito doce é esta imagem.
beijo, lindo fim de semana

EDUARDO POISL disse...

Hoje passando para te ler e desejar um lindo final de semana com muito amor e carinho

"É melhor tentar e falhar, que preocupar-se e ver a vida passar.
É melhor tentar, ainda que em vão, que sentar-se fazendo nada até o final.
Eu prefiro na chuva caminhar, que em dias tristes em casa me esconder.
Prefiro ser feliz, embora louco, que em conformidade viver..."
Martin Luther King

Abraços com todo meu carinho

Graça Pereira disse...

Esse baú é fantástico... como fantástico é o teu coração de mãe. Cheira a ternura, a amor partilhado, a bibes rasgados por tantas travessuras, a sonhos enrolados e, possivelmente realizados..
E a foto escolhida está divinamente a fazer cenário com as tuas palavras.
Um beijo amigo e um bom domingo.
Graça

Unseen Rajasthan disse...

Beautiful and nice post !! Thanks for sahring..Unseen Rajasthan

Agulheta disse...

Obrigados pela visita aos amigos que aqui comentaram.

Carlos
Fernanda
Alegria de Viver
Mona Lisa
Tossan
Vieira Calado
Sónia
Eduardo
Graça
Unseen

Beijinho a todos e boa semana. Lisa