quarta-feira, agosto 19, 2009

Lembrar


Lembrar quem perdeu a vida a ajudar os outros
19 de Agosto de 2009, 12:26

Recordar todos aqueles que perderam a vida a ajudar os mais desfavorecidos - é esse o objectivo do Dia Mundial Humanitário. A data assinala-se hoje pela primeira vez, por iniciativa das Nações Unidas, que desta forma presta homenagem a todos os trabalhores humanitários mortos no terreno.
De acordo com dados da Organização das Nações Unidas (ONU), só no ano passado foram mortos 122 trabalhadores humanitários. O número crescente de vítimas tem preocupado a ONU - afinal, é maior o número de trabalhadores humanitários mortos do que o número de vítimas entre os militares da ONU (os chamados "capacetes azuis").
Mobilizados muitas vezes para territórios em clima de guerra para dar apoio às populações, os trabalhadores humanitários têm vindo a ser utilizados como parte da táctica militar. Em países como o Afeganistão, o rapto e o assassinato de voluntários tem sido utilizado pelos talibãs como parte da estratégia de guerrilha.
Para combater as estatísticas, as Nações Unidas tomaram então a iniciativa de celebrar o Dia Mundial Humanitário a 19 de Agosto - o mesmo dia em que, no ano de 2003, o quartel das Nações Unidas em Bagdade, no Iraque, foi atacado (numa ofensiva que matou 22 trabalhadores humanitários).
Num vídeo disponibilizado no site das Nações Unidas, o Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-Moon, diz que a data visa recordar os "homens e mulheres que, de forma heróica, vindo de países diferentes, partilham uma mesma condição: a crença de que o sofrimento de uma pessoa é responsabilidade de todos".
Na sede da ONU, em Nova Iorque, os trabalhadores humanirários mortos vão hoje ser homenageados, numa cerimónia pública onde vão também ser exibidas fotografias de alguns dos voluntários.aqui.http://noticias.sapo.pt/info/artigo/1012509.html

Como sou voluntária,não das Nações Unidas e como tive um amigo que algum tempo foi morto num lugar onde praticava voluntariado como médico no Bangladesh.

9 comentários:

Maria disse...

Olá querida Lisa

Finalmente de volta a casa, cansada mas feliz, pela sensação do 'dever cumprido'.
Nem sabia que hoje se assinalava o Dia Mundial Humanitário.
O meu abraço a todos os que, como tu, arriscam a vida no seu trabalho voluntário.
Acho que vou parar uns dias. estou exausta. Tenho que recuperar sobretudo a capacidade de pensar e de me organizar. Foram difíceis, estes dias.

Deixo-te um abraço apertado e um beijo

Vieira Calado disse...

Sim, amiga!

Lembrar e louvar todos os fazem sacrifícios pelos outros!


Bjs

Maria José disse...

Amiga. É verdade que o amor é eterno. Eu e ela estamos unidas por este maravilhoso amor, que vence qualquer distância e permanece no tempo. Obrigada por suas palavras no meu blog. Beijos.

amigona avó e a neta princesa disse...

É bom pensar sim naqueles que fazem o mundo melhor para os outros..às vezes penso que a maioria das pessoas não sabe QUANTAS torcem por si! E são MUITAS, felizmente...
Beijos amiga...

Fernanda disse...

Querida amiga Lisa,

Também pubiquei ontem no meu Blogue, Diverse Texts and Stories, uma pequena homenagem aos que defendem os direitos humanos, fazem voluntariado, como tu, e todos os que de uma forma ou de outra ajudam todas as causas nobres a favor do bem estar do ser humano.

Bem hajam

Beijinhos linda,

Estrela d'Alva disse...

Olá Lisa,

Acho bem que se realizem iniciativas destas...
É bom lembrar os que se sacrificam para ajudar os mais necessitados!

Beijinhos,
Estrela d'Alva

Dulce disse...

Lisa

Uma das coisas que nos impede de perder a esperança na humanidade como um todo é exatamente saber que existem pessoas tão despreendidas, tão cheias de amor e compaixão ao próximo que chegam ao ponto de abdicar de suas próprias vidas em favor dos menos favorecidos.
Um dia a ser lembrado...
beijos

Ana disse...

Olá querida Lisa!
Há muita gente que tem uma coragem incrível e alista-se voluntariamente nestas causas, sendo a sua missão ajudar aqueles que estão em risco
"LEMBRAR" essas pessoas que voluntariamente são capazes de sacrificar a própria vida, pelos outros, e que lutam por um Mundo melhor, é de louvar!
Para a minha querida amiga, que também exerce funções de outro tipo de voluntariado, deixo um abraço muito apertadinho,
Ana Paula

Agulheta disse...

Aos amigos que aqui vieram com amizade,e deixaram palavras aos voluntários,que duma forma ou doutra ajudam quem deles necessita,o meu obrigado em nome deles todos e de todas as formas.
Maria
Vieira Calado
Maria José
Amigona
Fernanda
Estrela d'Alva
Dulce
Ana