sexta-feira, julho 10, 2009

UMA MANHÃ



Das palavras que me dissestes aquela manhã
Guardo na lembraça o som de algumas
Amor, que mais me parecia o sol da manhã
Que embora quente, é imcapaz de queimar
Eternidade, que me parecia um pouco exagerado
Seria o suficiente se fosse ao teu lado
Felicidade que me parecia impossivel
Se tornava finalmente algo real para mim

Então como se nada daquilo fosse verdade, você se foi
E ainda me lembro das palavras daquela manhã

Amor, ainda o sinto
Mas o sol da manhã deu lugar a fogo insuportavel
Que queima e sufoca meu peito

Eternidade...
É pra onde caminho com meu sofrimento
Descobri que só o sofrimento perdura por tanto tempo

Enquanto a felicidade
Essa descobri que na verdade nunca existiu...

Arturo Angelin

15 comentários:

©tossan disse...

Com esse poema e esta música tudo pode acontecer...Até a felicidade! Beijo

pico minha ilha disse...

Uma manhã que deixou a chama do amor no coração.Beijinhos bfs
Boas festas

Renata de Aragão Lopes disse...

Também acabei de falar
sobre uma manhã
em meu blog doce de lira.
Adoraria receber sua visita!
Um beijo.

Dulce disse...

Lisa

Momentos passam, sentimentos ficam, perduram, machucam...
Só o tempo traz a cura, embora a cicatriz fique para sempre...
São os tempos da vida...

beijinhos

Laura disse...

Enquanto que a felicidade...descobri, que nunca aconteceu, tal e qual como eu...ah, verdade verdadinha..beijinhos nina Lisa..obrigada pelo carinho no resteas, quem sabe, um dia!...

bemviver disse...

Olá querida, Que o amor seja mais forte, ele sempre é melhor que nada.
Meu carinho BJS.

Ana disse...

Acho que a felicidade é uma conquista que todos fazemos ao longo da nossa vida, só assim ela faz sentido.
Desejo-te um Domingo muito feliz.

Jinhossssssssss

Maria disse...

A felicidade constrói-se de bocadinhos, todosm os dias...

Beijos, querida Lisa

Menina do Rio disse...

Por vezes ficam só as promessas das palavras ditas, mas que guardamos na memória...

Querida Lisa, deixo-te um beijinho de bom domingo

Papoila disse...

Ando muito atarefada com o plano de contigencia do virus A. Lindo campo! Linda música. Sempre é possível!
Beijos

Céu Vieira disse...

Olá amiga Lisa, beijinho grande para si.
Muito bonito este seu poema. Eu também concordo que a felicidade constrói-se de bocadinhos todos os dias.
Beijinhos e xi grande
Desejo-lhe uma vida de bençãos e paz.

Anita disse...

A felicidade está em nós mesmos, nas pequenas coisas que fazemos, num gesto mais sensivel.

Bjs no seu coração.

elvira carvalho disse...

Um bonito poema, e mais uma vez de um autor que desconhecia.
Um abraço e uma boa semana

Maria Emília disse...

O poema é bonito mas podia acabar melhor. Caminhar para a eternidade carregando sofrimento é um duro castigo que não merecemos. A vida não foi feita para se sofrer e a eternidade não acaba nunca.
Melhor será termos esperança que a felicidade há-de surgir de um qualquer atalho. Ele existe e anda à nossa volta. Nós é que teimamos em não a ver.
Um beijinho,
Maria Emília

Agulheta disse...

Aos amigos que deixaram palavras,obrigados pela visita e amizade.
Tossan
Pico Minha Ilha
Renata
Dulce
Laura
Bemviver
Ana
Maria
Menina do Rio
Papoila
Céu Vieira
Anita
Elvira
Maria Emilia
Bem hajam pela amizade,Abraço e beijinho