sexta-feira, junho 12, 2009

Santo António de Lisboa



Santo António de Lisboa
És o santo padroeiro
Vê se resolves a crise
Neste país batoteiro


Nesta noite de folia
vamos cantar e dançar
mesmo que a crise fique
esta noite é para amar

Vamos saltar a fogueira
nesta noite de folia
comprar, manjerico e balões
Nos bairros da mouraria

15 comentários:

Pico minha ilha disse...

Uma boa noite de S.António amiga, fico por casa, a coluna está assim um pouco para o torto.Beijinhos e um bom ramo de manjerico.

bemviver disse...

Olá querida que imagem linda e como deve ser cheirosa, gosto de manjericão ele perfuma qualquer ambiente, Santo Antonio tem bom gosto e sendo o Santo da união vai dar um jeitinho de unir os povos com muito amor. Seus poemas são lindos. Meu carinho BJS.

Liar disse...

Uhmmmm! Cheirou-me logo a manjerico..

Sabias que apesar de ser do Porto eu adoro o Stº António? Pois é gosto muito dele.

E de ti tb e do teu blogue. ((*_*))

Bjinhos

Céci

Agulheta disse...

Salomé. Eu fico por casa de igual forma,por estes lados não se festeja esta festa?
Beijinho Lisa

Agulheta disse...

Olá Bemviver? Sim esta planta(manjerico) tem um cheiro muito bom,ele é casamenteiro dizem,mas se unir os povos melhor será.
Beijinho

Agulheta disse...

Liar. Te cheirou a manjerico?por aqui não se festeja o santo António,eu como tu que sou do Porto,gosto muito do S. João,até arranjei um marido com este nome,depois foi o mesmo para o filho... etc. Eu também gosto de ti,e de amigos como tu.
Beijinho Lisa

Laura disse...

O Santatantónio tá cansado que o julguem casamenteiro, até fiz um poema sobre isso, porque ele nem é casamenteiro, o Povo é que se encomenda a ele...Beijinhos e manjerico cheira bem, cheira a Lisboa..laura.

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Pegue um sorriso
E doe-o a quem jamais o teve.
Pegue um raio de sol
E faça-o voar
Lá onde reina a noite.
Descubra uma fonte
E faça banhar-se
Quem vive no lodo.
Pegue uma lágrima
E ponha-a no ânimo
De quem não sabe lutar.
Descubra a vida
E narre-a a quem não sabe entende-la.
Pegue a esperança
E viva na sua Luz.
Pegue a bondade
E doe-a
A quem não sabe doar.
Descubra o AMOR
E faça-o conhecer o mundo.

( Mahatma Gandhi)

Desejo um lindo final de semana com muito amor e carinho...
Abraços Eduardo Poisl

Gui disse...

Que saudades das fogueiras de antigamente. Ficaram a sardinhas e o bailarico, mas as fogueiras, essas desapareceram. É pena. Um beijo, minha amiga.

Ana disse...

Já passou a noite de Santo António e nem a televisão ligueri acreditas? Mas diverti-me muito ontem à tarde quando fui visitar a minha velhinha, estava lá um arraial à maneira:-) Ensaiavam para as marchas do Lar que irão desfilar um dia destes. O meu Guga foi comigo e estava com sonito mas até despertou com a festança que lá ia. Fartei-me de cantar para ajudar as Animadoras Sociais que dançaram com os velhinhos:-)
Pronto vou deixar uas quadras ao Santo António:

Santo António e que tal?
Como pensas que vai mudar,
Esta crise em Portugal,
Sem trabalho para laborar?

Dá alento para o povo lutar,
E grita ao Governo para entender
Que os pobres carecem de comer
E que abdiquem de desperdiçar!...

Só me apetece dizer estas coisas:-(

Tem um dia de Sábado muito feliz. Vou preparar o almocito:-)

Beijinhos grandes querida Lisa.

ZezinhoMota disse...

Lembro-me das noitadas do S.João e sabe tão bem ter estas recordações.

Aliás, em Braga também se festeja muito o S. João! E numa terra tão pertinho (V.N. de Famalicão)bem dentro do distrito se festeja o Sto António.

Bjnhs

ZezinhoMota

Estrela d'Alva disse...

Olá Agulheta,
Passei uns tempos sem vir aqui, ou melhor passei ums tempos afastada dos blogues (mais uma vez) por diversas razões!
Estive a ler todos os teus posts e não sei se te importas que leve o teu selinho...

Quanto ao Stº António não me diz muito ,só os mangericos, de resto...

Enfim...
Muitos beijinhos,
Estrela d'Alva

tossan disse...

Claro Santo António é o santo mais popular! O meu nome é em homenagem a ele, mas não me chamo António. Bela poesia! Beijo

Sonia Schmorantz disse...

Amigos são poemas…
Os verdadeiros amigos são a poesia da vida.
Eles enchem nossos dias de cores, rimas e risos,
nos seguram a mão quando caminhar parece difícil.
Mostram que mesmo em dias nublados o sol está no mesmo lugar,
e nos ensinam que a chuva pode ser uma canção de ninar
nas noites solitárias e vazias.

Um abraço em mais este final de semana, que tudo lhe
Seja bom...

Pitanga Doce disse...

Para o ano, quem sabe????

beijos pitangueiros