segunda-feira, junho 01, 2009

Dia Mundial da Criança



Como hoje se comemora o dia da criança! E porque elas são o melhor do mundo,e os homens e mulheres de amanhã,os devemos proteger dos males de uma sociedade,que cada vez tenta fazer deles jogos sujos, e bolas de Ping pong,sem estabilidade...chega de falta de ética e solidariedade,e como não poderia passar sem dedicar um lindo poema de Cecília Meireles.

Criança

Cabecinha boa de menino triste,
de menino triste que sofre sozinho,
que sozinho sofre, — e resiste,

Cabecinha boa de menino ausente,
que de sofrer tanto se fez pensativo,
e não sabe mais o que sente...

Cabecinha boa de menino mudo
que não teve nada, que não pediu nada,
pelo medo de perder tudo.

Cabecinha boa de menino santo
que do alto se inclina sobre a água do mundo
para mirar seu desencanto.

Para ver passar numa onda lenta e fria
a estrela perdida da felicidade
que soube que não possuiria.

Cecília Meireles

5 comentários:

Liar disse...

Lindo este poema! Sabias que adoro Cecília Meireles? Foi muito bom vir aqui.

Bjinhos

Céci

elvira carvalho disse...

Sabe que era para fazer um post sobre o dia com este poema da Cecília? Mas o Sexta tem andado com tantos problemas que resolvi não fazer o post.
Amiga penso que já consegui resolver o problema que fazia com que o Sexta não abrisse em alguns computadores incluindo o meu. Porém utilisando o Firefox estava tudo normal. Quando tiver um bocadinho por favor passe pelo Sexta e depois diga-me se já está normal.
Um abraço e uma boa semana

Maria disse...

Lindo este poema a Cecília Meireles, assinalando aqui no teu blog o dia da criança - que afinal tem de ser todos os dias...

Beijinho, Lisa

Papoila disse...

Querida Amiga:
Lindo poema de Cecilia Meireles que como sempre acompanhas de belíssima imagem.
Beijos

Ana disse...

Adoro Cecília Meireles, acho que é uma poetisa com grande sensibilidade. O poema é lindo!!! E como o dia da criança deve ser todos os dias, acho que ainda não cheguei tarde.
Desejo um futuro melhor para todas as crianças do Mundo.
Beijinhos