sexta-feira, abril 03, 2009

Floriram por Engano as Rosas Bravas



Floriram por engano as rosas bravas
No Inverno: veio o vento desfolhá-las...
Em que cismas, meu bem? Porque me calas
As vozes com que há pouco me enganavas?

Castelos doidos! Tão cedo caístes!...
Onde vamos, alheio o pensamento,
De mãos dadas? Teus olhos, que um momento
Perscrutaram nos meus, como vão tristes!

E sobre nós cai nupcial a neve,
Surda, em triunfo, pétalas, de leve
Juncando o chão, na acrópole de gelos...

Em redor do teu vulto é como um véu!
Quem as esparze – quanta flor! – do céu,
Sobre nós dois, sobre os nossos cabelos?

Camilo Pessanha

14 comentários:

Pico minha ilha disse...

Belo este soneto de Camilo Pessanha.Beijinhos e bfs

Ana disse...

Olá bom dia querida Lisa!
E são lindas as rosinhas bravas adoro! Ainda ontem passei por umas silvas onde existem rosinhas bravas e apeteceu-me ir lá fotografar, mas tenho medo das cobras:-)
O poema é lindíssimo do nosso poeta que não podemos esquecer Camilo Pessanha e que tu soubeste bem escolher.
Um beijinho cheio de ternura,
Ana Paula

Papoila disse...

Querida Amiga:
Como sempre uma foto perfeita para o poema que hoje é um recordar de Camilo Pessanha que adorei!
Beijos

Meg disse...

Lisa,

Gosto muito de Camilo Pessanha, e deste poema também... sou facciosa, gosto de tudo o que ele escreveu.
Bonita a imagem.
Bom fim de semana.

Um beijo

Menina do Rio disse...

Floriram lindamente!

Querida, te deixo um beijo de bom domingo, cheio de amizade e carinho

Ana disse...

Obrigada querida Lisa!

Rosas bravas cheias de perfume para ti, num belo e feliz Domingo!

Beijinhos doces e carinhosos,
Ana Paula

tulipa disse...

Comemoro o 1º aniversário do meu blog "DeAbrilemdiante", no entanto, não faço qualquer festa como é habitual em mim, devido ao momento de luto que atravesso pelo falecimento da minha sobrinha Tânia.
...Foste tu que me meteste o bichinho dos blogues, foste tu que me incentivaste a escrever, elogiaste sempre a minha escrita e, através de ti tive um blog que durou 3 anos, há 1 ano criei este com a tua ajuda, passo a passo e depois ainda voltei a criar um outro mais virado para as minhas fotos e viagens pelo Mundo.
Neste dia a homenagem é feita a ti, minha "pikena".

Votos de boa semana.
Beijos.

Maria disse...

lindo poema.
obrigada pela visita.
beijos

Maria disse...

belíssimo poema, delirante.obrigada pela visita, voltarei sempre.

M@ disse...

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
/ \ / \ / \ / \ / \ / \ / \ / \ / \ / \ / \
( P | a | s | c | o | a ) ( F | e | l | i | z )
\_/ \_/ \_/ \_/ \_/ \_/ \_/ \_/ \_/ \_/ \_/

Desejo uma Páscoa Feliz e uma boa semana.
Beijo
Manuela

Maria disse...

Uns dias ausente e tanto para ler aqui...
Bonito este soneto do Camilo Pessanha, bem como os 2 posts anteriores.
Boa semana, Lisa.

Beijinhos

Carla disse...

se foi por engano...resta dizer: bendito engano que tanta beleza nos ofereceu nas rimas deste soneto
beijos e boa semana

Agulheta disse...

Aos amigos que por aqui passaram e deixaram palavras,agradeço a amizade.Lisa

Laura disse...

Rosas fora d'horas
São mais belas que as amoras
Quando tangem de cores amorfas
As pétalas que não são escalartes
Porque o sol não deixou nelas
O travo a cor de rosa !...

saiu agora, e assim como saiu, assim ficou...nem rima muito, mas, é um versinho...beijinhos da laura..