domingo, janeiro 25, 2009

Amar é raro



Amar é dar, derramar-me num vaso que nada retém e sou um fio de cana por onde circulam ventos e marés. Amar é aspirar as forças generosas que me rodeiam, o sol e os lumes, as fontes ubérrimas que vêm do fundo e do alto, água e ar, e derramá-las no corpo irmão, no cadinho que tudo guarda e transforma para que nada se perca e haja um equilíbrio perfeito entre o mesmo e o outro que tu iluminas. Dar tudo ao outro, dar-lhe tanta verdade quanta ele possa suportar, e mais e mais; obrigar o outro a elevar-se a um grau superior de eminência, fulguração, mas não tanto que o fira ou destrua em overdose que o leve a romper o contrato — o difícil equilíbrio dos amantes! Amar é raro porque poucos somos capazes de respirar as vastas planícies com a metade do seu pulmão; e amar é raro porque poucos aceitam a presença do seu gémeo, a boca insaciável de um irmão que todos os dias o vento esculpe e destrói.

Casimiro de Brito

17 comentários:

Kafia disse...

Não desgosto de musica latina... é sensual, divertida e ... dá para dançar muito! :D

Lindas palavras aqui escritas :)

M@ disse...

Amiga tem um desafio é sua espera no meu blog.
Já levei o selo obrigada por se lembrar de mim.
Beijinho
Manuela

Maria disse...

Gosto do Casimiro de Brito, que anda tão esquecido...
Eu não sei se amar é raro, sei que amar é difícil...
:)

Beijinho, Lisa

Roderick disse...

O maior passo para amar, é sentir-se amado!

Pico minha ilha disse...

Amar não é raro penso eu o raro mesmo é encontrar amor e continuar a amar.Beijinhos e bom início de semana.

Maria Clarinda disse...

Lindas as palavras de Casimiro de Brito...obrigada pela partilha. Jinhos

Carminda Pinho disse...

Lisa,
Amar é raro diz o poeta. Humm...desta vez vou discordar dele.:)

Beijos

Colibri disse...

Olá querida amiga,

Realmente, cada vez se vê menos o verdadeiro sentido do amor... o sentimento de entrega e não de cobrança...

Amor não é cobrar, mas antes entregar sem cobrar o troco...

Beijos
Colibri
------
Os meus últimos sentires…
Eis-me aqui: Testemunho dramático…
Colibrir as Emoções: A filha da onça…
Traços de Angola: Parte 11 - Fotos do Lobito (Parte I)…
Corais dos Recifes: Camarões ornamentais…

Carla disse...

belas e sábias palavras que tocaram bem fundo em mim
beijos

Agulheta disse...

Kafia!Tem razão divertida!deixar um pouco a tristeza do dia a dia.
Beijinho

Agulheta disse...

Manuela! Já foi buscar,obrigada pelo mesmo.
Beijinho

Agulheta disse...

Maria! Por vezes é,preciso paciência e horas para tudo.
Beijinho

Agulheta disse...

Roderick! Conheco alguns que amam e não são amados?.

Beijinho

Agulheta disse...

Salomé! Conservar o amor é mais importante,e continuar pela vida fora.
Beijinho

Agulheta disse...

Clarinda! Gosto bastante dos pensamentos des escritor.
Beijinho

Agulheta disse...

Carminda! Ele diz que é raro,eu não direi felizmente.
Beijinho

Agulheta disse...

Colibri

O amor não pode ser troca de nada,basta amar e querer bem e se entregar.

Beijinho