quarta-feira, janeiro 21, 2009

Abri gavetas das Recordações



Abri gavetas das recordações

Elas são as dores os Papéis. De coisas escritas emoções pequenas,e cartas de amor.
Como dói o silêncio do olhar!Para esta gaveta e recordar. Mas ainda lá ficou uma folha em branco para continuar um dia, a escrever e pensar.
Outras com desenhos e carinho, pois essas são os desenhos dos filhos, fotos antigas dos amigos e pais, coisas que o tempo jamais apagou, mas ficou a recordação que o meu coração guardou. Coisas que não esquece, e com que sempre sonhou! Rosas secas algumas vermelhas mas verdadeiras, datas especiais! Lembranças apagadas jamais, até o convite lá está guardado no coração.
Era o da primeira comunhão, pequeno presente, que gosto muito.O cacho do cabelo, o primeiro dente.Mas uma prenda de grande valor e estima a de uma grande mulher...a minha Mãe sempre presente.Que guardo numa bela caixinha.Uma mulher baixinha, chamada Mãe.
A minha e sempre.

3/10/2007 Lisa

Este foi um sentimento de amor que hoje me apeteceu escrever aqui. Lisa

16 comentários:

Maria disse...

Ai Lisa, do que foste falar...
Eu não tenho uma gaveta. Tenho caixas, várias, conforme as recordações... Sei de cor o que tenho em cada uma delas, e são tantas...

Um beijo, Lisa

Maria Clarinda disse...

Lindo este teu gesto de amor.
Gostei de o ler. Jinhos mil

Anita Fonseca disse...

Suaves recordações.

Bjs. pra ti.

Delfim Peixoto disse...

Fizeste bem... eu tenho de arrumar as minhas... e são tão fundas...

SILÊNCIO CULPADO disse...

Lisa
Fizeste bem escrever se foi o teu primeiro pensamento. Olhar para uma gaveta de recordações é pôr o coração a pensar só que muitas vezes esse pensar dói por se reportar a um tempo que não volta, onde se inscrevem sempre perdas de percurso e onde os afectos por vezes já estão distantes.
Mas também há presenças e continuidades.

Abraço

M@ disse...

Amiga Elisa, para não ter cópias futuras dos seus textos vá aqui e copie o código que não deixa seleccionar os textos.
Espero que consiga se não conseguir diga-me.
Desejo um Bom fim de Semana
Manuela

M@ disse...

http://www.tudoparablogs.com/Utilitarios/util.htm

Esqueci de colocar o link.
Brrr

amigona avó e a neta princesa disse...

Deixei-te um prémio, amiga...é teu...beijos...

Liar disse...

Olá Lisa,
Blogues atras de blogues, pk hj deu-me para a leitura, rss cheguei ao teu, e gostei, n sei se e do tempo, mas quando dei por mim já estava a voar nas minhas recordações!

Recordar é viver! Recordemos e Vivamos ((*_*)))

bjinho
Liar

Secreta disse...

Recordar é viver...
Beijito.
Bom fim de semana.

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA LISA, COMO DIZ O VELHO DITADO RECORDAR É VIVER... UM BOM FIM DE SEMANA... UM GRABNDE ABRAÇO DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

Gilbamar disse...

Oi minha amiga Lisa, que bom ver esse jorrar de lindos sentimentos e recordações. Também tenho minhas muitas lembranças em inúmeras caixas guardadas em vários armários. Reviver esse passado querido é uma alegria renovada.

Fraternal abraço do amigo Gilbamar.

Agulheta disse...

Todos nós temos caixas grandes pequenas para as nosas recordações,aquela que mais armazena é o coração,é algo valioso que nem sabemos exprimir o que vale.
Aos amigos que por aqui vieram,meu abraço de amizade e bem hajam.
MARIA
CLARINDA
ANITA FONSECA
DELFIM
LÍDIA
MANUELA
AMIGONA
LIAR
SECRETA
FERNANDA
GIBALMAR

OBRIGADOS E BOM FIM DE SEMANA LISA

Pico minha ilha disse...

Uma caixinha por aqui tenho de boas recordações,o meu coração.Um beijo enorme e bom fim de semana.

Agulheta disse...

Salomé! Obrigada minha amiga,e pelo desejo,a boa recordação de si aqui fica.
Beijinho bfs da Lisa

Ana disse...

Um gesto de amor "sublime"!
Foi lindo o que li, acho que espreitei na tua gaveta e consegui ver as tuas recordações todas neste teu lindo texto.
Um beijinho com muito carinho.