terça-feira, dezembro 02, 2008

Pensamento



Tarde fria e cinzenta onde o sol se esconde. No crepitar do lume na velha lareira, sinto a falta dos dias que passarem,da falta dos pais e dos avós. Estas são saudades, do aproximar do Natal e da casa cheia, dos cheiros que ficam, e do carinho materno.Os olhos desviam do lume e o pensamento voa alto,como que a dizer vou partir! para não ver a solidão dos outros,a tristeza dos velhos, dos que não tem pão nem lar,dos que desfiam a madrugada ao acaso da desgraça.Sabemos que um só a pensar não pode mudar o mundo,mas se todos pensassem junto!Talvez para fazer um grande elo de esperança e solidariedade. Só sei; que por onde passar,levarei aquela palavra de afecto e a alegria de um sorriso,como um pensamento vadio de um dia a olhar para a velha lareira.
Lisa

16 comentários:

Meg disse...

Lisa,
Atrever-me-ia a dizer que me tiraste as palavras da boca. A proximidade do Natal traz-nos autênticas crises de melancolia que vamos tentando vencer duma maneira ou de outra. Pensar nos outros, nos mais desprotegidos é um acto de amor e solidariedade.
Façamo-lo todos.

Beijos para ti

anjo disse...

ola linda pois esta epoca é de mt pensamentos pk é epoca que nós ficamos mt pensativas sobre td o q acontece a nossa volta boa semana beijos e um abraço de anjo;)

Pico minha ilha disse...

Um pensamento que nos leva por esses mundos fora.Beijinhos com carinho amiga.

Secreta disse...

As recordações , a saudade , a nostalgia ...
Beijito.

Roderick disse...

Doloroso, chegar à altura de olhar para a Lareira e não ter mais ninguém como companhia...

Agulheta disse...

Olá Meg.Por vezes nem sei o porquê! mas sou assim coração mole.
Beijinho

Agulheta disse...

Olá Anjo. Estamos mais senciveis é a verdade,depois tudo vem a mente.
Beijinho e abraço

Agulheta disse...

Uma Ilha.por vezes não é por causa de nós... é o que vimos à nossa volta.Beijinho amiga

Agulheta disse...

Secreta.as recordações faz parte de nós,as lembranças por vezes são algumas.
Beijinho

Agulheta disse...

Roderick. Não será dessa forma de olhar? pois tenho companhia...por vezes são saudades dos que não estão!
Beijinho

Laura disse...

Querida Lisa, garota de nobres sentimentos... Sabes que mais? Agradeçamos porque os tivemos, porque a familia vai existindo, porque temos nos escaninhos da memória um cantinho para tão gratas recordações!... As minhas jamais as deixarei ir embora, jamais esquecerei o pai aprtir pinhões para nós, quando pequeninos não dava para irem à terra, ele tinha serviço, e os 4 na mesa, antes d enascer o mais novo, ele partia pinhões, jogavamos ao rapa, e a tanta coisa, às cartas, e lembro-me que ele comprava sempre, mas sempre, um ananáz, cortava-o às fatias e parte dele ia para a salada de fruta, a mãe fazia as coisas
naturais da quadra, mas ele deitava lá a mãozinha dele, era tão dado, tão amigo...ai que bom que posso lembrar... e quantas vezes agradeço por ter a operação da cabeça feita e por ter a minha memória intacta!...
Beijinhos e felizes recordações...

Cöllyßry disse...

E bate a saudade, o tempo está mesmo nostalgico...

Beijito terno

pin gente disse...

época de lembrar ainda mais os que faltam... os lugares vazios nas mesas... e os que nem mesa têm? dizes muito bem...

beijo

Agulheta disse...

Laura. Podemos perder muita coisa amiga... mas as nossas memóias e identidade nunca,assim sou e assim serei.
Beijinho da nina(agulheta)

Agulheta disse...

Collybry.Está realmente e asaudade estremeçe o coração.
Beijinho

Agulheta disse...

Pin gente. Lembro todos e o aproximar mais ainda.
Beijinho