segunda-feira, novembro 03, 2008

A Onda



Era uma onda que crescera para lá do meio do mar
e mais se alçava em corpulência das ondas que tragava
pelo caminho. Era uma onda ávida.
Com ela rolavam búzios alucinados, estilhaços de
conchas, madeiros, plâncton, algas, o último alento dos
afogados... Era uma onda violenta.
A exaltação que trazia dos confins do horizonte nem
lhe dera para se interrogar sobre qual o desígnio do seu
destino. Era uma onda embriagada de vida.
Desfraldada em cachão, cavalgava para terra. A rojar-se
sobre os primeiros bancos de areia, esboçou enfim a
pergunta:
- Porquê?
Mas já não teve tempo de responder.

Antonio Torrado

16 comentários:

Maria disse...

... pois é, a onda recuou logo...
Tão bonito, Lisa. Há tanto tempo que não lia nada de António Torrado...

Beijinho

Carminda Pinho disse...

Uma onda...outra onda...
Um poema muito bonito, Lisa.

Beijos

Manuela disse...

Amiga peço desculpa não tenho aparecido por aqui.
A familia dá muito trabalho.
Ufa!
Nunca mais me reformo...ehehe
Beijinhos
Manuela

Laura disse...

Era uma onda sim, daquelas que se erguem no ar e se interrogam, terei um dia bom? ajudarei alguém ou será mais um dia apenas, para passar?, elas devem interrogar-se também...mas no meio de tanta beleza e azul que se torna verde de vez em quando, e daqueles peixes multicores, elas, as ondas devem viver felizes!...a admirar a maravilha do fundo do mar, dos recifes de corais, de peixes gigantescos e infinitamente pequeninos, elas devem viver no mundod elas, como nós no nosso...mais ou menos!.. Beijinhos minha querida Lisa!...

Secreta disse...

Por vezes muiotos porques ficam sem resposta ...
Beijito.

Melsavinon disse...

Olá!!!
BOA SEMANA PRA VOCÊ!!!!
BEIJOS

As Chamas do Fénix disse...

Olá gostei muito do teu cantinho... espero que uma agulheta se possa dar bem com as chamas do Fénix...

Uma Grande Chama para ti...beijos

Uma Ilha disse...

A onda, muito bonito este poema.Beijinhos e um bom dia
S.A
PS Tem graça que ontem abri algo novo lá pelo perfil e o post dei o nome de uma onda, em pensamento não sei explicar.

Agulheta disse...

Maria. No inverno gosto de ver as ondas,e o mar com sua grandeza.
Agradeço o carinho beijinho

Agulheta disse...

Carminda.Até nós por vezes vamos na onda!lol só as vezes?.obrigada amiga.
Beijinho

Agulheta disse...

Manuela. A amizade não tem tamanho nem data,se vem quando se pode.
Beijinho

Agulheta disse...

laura. Adoro o mar e sua planitude e beleza,por vezes forte,outras sereno como menino.
Beijinho amiga

Agulheta disse...

Secreta. Tudo que a natureza tem,ficamos a olhar e sem resposta.
Beijinho

Agulheta disse...

Melsavinon.Obrigada pela visita e tudo de bom.
Beijinho

Agulheta disse...

As Chamas do Fenix.E porque não se nos misturamos!As chamas nada saõ mais que o renascer das cinzas e da vida.Agradeço visita.beijinho

Agulheta disse...

Uma Ilha. A isso chamo transmissão de pensamento! Seria mesmo...eu vou espreitar.
Beijinho