domingo, novembro 16, 2008

Dia da Memória das Vítimas Acidentes Redoviários



Neste dia de triste memória para muitos,quero lembrar que nós sabemos e vimos com nossos olhos,a desgraça que bate a porta de cada um num minuto ou segundo.
Na minha vida de socorro e Bombeiro que sou,lamento as perdas, a vida humana não tem preço,o chegar aos locais e ver as coisas que ficam diante dos nossos olhos para fazer, ou por menos tentar.Quando estamos de serviço,e nos encostamos durante a noite,principalmente no fim de semana,logo sentimos no burburinho e da azafama no quartel,que algo se está a passar,começa a tocar telefones e a sirene,toca a sair a toda a presa para o local,a chegada lá nos deparamos,com coisas que jamais em tempo algum iremos esquecer.E quando no local é alguém que conhecemos e lidamos no dia a dia! aí o sofrimento se torna maior, na foto que irei colocar foi de um acidente depois de uma noite mal dormida e de alguma euforia,acabou muito mal para os ocupantes,jovens que ali perderam a vida,a velocidade é muita e poucos a respeitam,a bebida e falta de civismo à mistura,assim é esta vida de todos os dias e todas as horas.
Para as vítimas da estrada que poderiam ser nossa família ou nós,a paz estejam com todos eles.

4 comentários:

elvira carvalho disse...

É verdade amiga, se a morte é sempre triste, quando é alguém amigo a dor é muito maior.
Um abraço e uma boa semana

Maria disse...

Tantos acidentes que se podiam evitar...
Quem anda na estrada sabe o que digo. Às vezes tremo dentro do carro só de ver os disparates que outros fazem...

Beijinho, Lisa

Agulheta disse...

Elvira.Só quem assiste a este drama,sabe bem o que é a dor,muitas vezes por culpa de outros.
Abraço e boa semana

Agulheta disse...

Maria. Vejo tanta asneira, e falta de civismo que até choca.
Beijinho