sexta-feira, novembro 14, 2008

Desabafo



Hoje me apetece-me falar de amor e de flores.Pois estas coisas por menos nos trazem alegria,estou farta de ver e ouvir,lutas disto lutas daquilo.Assim nunca chegaremos a lado nenhum,ninguém quer regras.Elas começam do berço e das ideias de cada um.Depois se liga a TV e o que se vê aluno bate no professor,ou vice-versa, pais que não se entendem na educação dos filhos.Ainda estes dias o que vi,alunos com má formação,sem regras de sociedade e cidadania,algo que é muito importante,é ser bem formado,eu tive vergonha do que vi,depois levaram atrás de si outros que nem idade tem para se manifestar. As autoridades é o que se sabe,é tudo a molha e fé em Deus,assim não chegamos a Europa,que cada vez fica mais aquém de nós.
Se fazem acordos,logo de seguida desfeitos,se começam as aulas está tudo bem,e logo de seguida não? tenho dúvidas,que as coisas estejam a bater certo,pois ainda hoje a minha neta recebeu um sms,para faltar as aulas! Ela só tem doze anos,estuda no ciclo e não na secundária,como é que alunos de outra escola sabem os números dos telemóveis? serão bruxos,ou alguém com mais capacidade os informa...fica no ar. Então falo de flores,por menos elas nos enfeitam a casa e dão belo cheiro e alegram os corações. De amor falo para as coisas que amo e adoro e sou correspondida.
Aqueles que não gostaram das palavras (sermão) desculpem as ideias, mas é isto que penso,e o faço da minha cabeça. Lisa

Bom fim de semana aquem visita

11 comentários:

Laura disse...

Ó nina, mas que fazer, o exemplo vem do alto...usam e abusam não querem regras nem estudar, querem estar bem, ganhar muitos euros, não fazer nenhum, enfim, os filhos ouvem os pais em casa e....é cada um por si, mas que pena nina, que pena e so de lembrar os nossos tempos...Beijinhos e fazes bem, amor ainda há, mas, pouco, fores muitas..um feliz fim de semana para ti..laura.

Anónimo disse...

Amiga Lisa, adorei ler as suas palavras. É uma pouca vergonha, mas que se há-de fazer eles veem o exemplo, são os pais os professores não há respeito por ninguém. Toda a gente que trabalha é avaliada...e se não está a produzir só tem um caminho... Agora falta de educação como se vê, a avaliação é 0. Fecham escolas andam por ai sms...bolas isto tem que ter rumo. Como eu adoro cravos vermelhos...liberdade democracia mas com respeito. Beijinho cinda

Agulheta disse...

A estas queridas amigas o meu obrigada por entender a minha visão das coisas. Pois desde cedo me habituei a ter respeito pelos mais velhos e mais novos,lutei e luto pelos meus ideais,mas sempre com normas e com razão,pois isto é viver em Democracia,não podemos andar em baldas diáriamente cada um por si.Foi profissional de Bombeiros,onde continuo voluntária e sempre tive regras e avaliações,pelos chefes e comamdo!Aqui estou inteira,e para mim sempre haverá Abril e Liberdade,mas com respeito e não por birras políticas,ou será que não somos todos trabalhadores...sempre vai haver bons e maus profissionais.Quanto soa filhos,ter maneira se recomenda.
Beijinho para Laura e a Cinda

Pico minha ilha disse...

Antigamente os professores davam aulas a muitos alunos e às vezes a 2 ou 3 turmas na mesma sala, aprendia-se muito mais e ninguém se queixava.As crianças também eram mais educadas , hoje batem nos professores, partem portas e muitas mais coisas.Por aqui é proibido os telemóveis dentro da sala de aula, só a minha filha mais velha tem telemóvel mas não o leva para a escola.Por aqui mais leve, já está o quarto montado de novo.Beijinhos amiga e um bom fim de semana em família, paz e amor.Salomé

Manuela disse...

Tem alguma razão Elisa mas eu pessoalmente não estou de acordo com algumas coisas sobre o estatuto do aluno, mas pagam sempre os justos pelos pecadores.
Beijinhos e bom fim de semana.
Manuela

Carminda Pinho disse...

Lisa, apesar de estar tão cansada como tu, e muitos dos nossos concidadãos, a verdade é que não devemos, fazer ouvidos moucos às injustiças, à arrogância, ao quero, posso, e mando.
Mas, depois de um desabafo sentido, como este teu, mereces a retribuição do abraço e mais um beijinho.:)

Gilbamar disse...

Querida amiga, estive ausente por motivos técnicos mas agora voltei com a carga toda.

Deixo meu abraço fraterno e toda minha solidariedade ao seu correto modo de pensar.

Saúde e paz!

Agulheta disse...

Manuela.Este foi o meu pensar ao asistir a tamanha confussão,realmento o que lá vi e assisti,não foi o mais correto,não quer dizer que alguns não tenham a razão!
Beijinho

Agulheta disse...

Uma Ilha.eu sou uma cidadã atenta ao que me rodeia,como tal tenho olhos para ver,mas sobretudo uma cabeça para pensar,algo está mal das duas partes,quem tem a culpa deste estado de coisas,não sei?mas gostaria de entender.
Beijinho e boa semana

Agulheta disse...

Carminda.Sei que nos cansamos de ver muita coisas mal,como dizes o quero mando e posso?mas vejo que não vale a pena para a teimosia? Uma coisa tenho a certeza,Abril sempre e ditaduras jamais.
Beijinho e boa semana

Agulheta disse...

Gilbamar.Por vezes as aucências se fazem perto,esta foi por afazeres de trabalho,obrigado pela solidariedade.
Beijinho e boa semana