sexta-feira, outubro 31, 2008

Acredite



Acredite nas pessoas... Naquelas que possuem algo mais... Aquelas que, às vezes, a gente confunde com anjos e outras divindades... Digo daquelas pessoas que existem em nossas vidas e enchem nosso espaço com pequenas alegrias e grandes atitudes... Falo daquelas que te olham nos olhos quando precisam ser verdadeiras, tecendo elogios, que pedem desculpas com a simplicidade de uma criança...

Pessoas firmes... Verdadeiras, transparentes, amigas, ingénuas... Que com um sorriso, um beijos, um abraço, uma palavra de faz feliz... Aquelas que erram... Acertam... Não tem vergonha de dizer não sei... aquelas que sonham... Aquelas amigas... Aquelas que passam pela vida deixando sua marca, saudades, aquelas que fazem à diferença... Aquelas que vivem intensamente um grande amor...

Com amizade e bom fim de semana,para os amigos que visitam este blog.Amanhã não virei por aqui,mas fica um carinho para todos.Lisa

quinta-feira, outubro 30, 2008

DEFICIÊNCIA



“Deficiente” é aquele que não consegue modificar sua vida, aceitando as imposições de outras pessoas ou da sociedade em que vive sem ter consciência de que é dono do seu destino.
“Louco” é quem não procura ser feliz com o que possui.
“Cego” é aquele que não vê seu próximo morrer de frio, de fome, de miséria, e só tem olhos para seus míseros problemas e pequenas dores.
“Surdo” é aquele que não tempo de ouvir um desabafo de um amigo, ou o apelo de irmão. Pois está sempre apressado para o trabalho e quer garantir uns tostões no fim do mês.
“Mudo” é aquele que não consegue falar o que sente e se esconde por trás da máscara da hipocrisia.
“Paralítico” é quem não consegue andar na direção daqueles que precisam de sua ajuda.
“Diabético” é quem não consegue ser doce.
“Anão” é quem não sabe deixar o amor crescer. E, finalmente, a pior das deficiências é ser miserável, pois:
“Miseráveis” são todos que não conseguem falar com DEUS.

Mário Quintana

quarta-feira, outubro 29, 2008

Crise!


(Foto google)

Hoje realmente fiquei "passada"como dizem os mais novos com tanta falta de senso de certos políticos.Como sabem a crise é muita e de diversas formas,falta de emprego,solidariedade, acompanhamento para as pessoas que sofrem na doença, na falta de respeito pelos mais velhos.
Que o salário mínimo era aumentado para 450 euros,muito bem até aqui,a oposição se queixou anteriormente,que não se fizessem obras de grande envergadura e se aumenta-se aos que ganham menos? agora são ao contrário,querem fazer boicote!. Então como ficamos,a passar fome e miséria para alguns, e os que tem salários de 350 euros? para os ricos o serem cada vez mais, pois os empregados não tem culpa da crise, que paguem os que engordaram com o suor de quem trabalha,fizeram e fazem, grandes empreendimentos! Para quem são?Certamente não será para estes que ganham o salário de miséria, que durante o mês contam os tostões para o mesmo chegar para as despesas da família, para não falar nos gestores e no dinheiro que ganham! E se um dia se virasse ao contrário,o trabalhador parasse? O que seria dos patrões, que se queixam diariamente de tudo e de todos,teriam que se virarem. Pois se for para este valor, isto em miúdos só recebem a mais 24 euros,não saberão fazer as contas,deviam e depois falar,e se não aconselho a ler!ou a se informar.

terça-feira, outubro 28, 2008

Caminho



A minha alma tem o poder do amor
Da paixão da música,das palavras
Tem o poder da esperança,da criança
Uma chama de calor,e amor que ilumina

O caminho! me fez correr,seguir destino
Iluminar meus paços,e abraços, tem força.
Me afasta da solidão, do mal,e escuridão
A minha alma tem a força do abraço

Sincero e terno,do encantamento dum olhar
Do simples cantar,do pássaro da água
Que corre no rio, da neve, do frio do luar
Como de um belo desfolhar de uma flor

Lisa

segunda-feira, outubro 27, 2008

Amizade



Num dia qualquer a uma hora qualquer criei este blog. Tenho tentado o manter em "forma" e com alguma coisa escrita de que gosto,muita força de vontade e carinho,para o fazer e tentar sempre agradar aos amigos.Sei que não é fácil,pois muitos entram e saem,outros permanecem e adoro vê-los por aqui,tento ser agradável gentil,e com amizade escrever o que me vai na alma e pensamento.Outras coisas dependem do meu trabalho como voluntária que sou e gosto. Se a sociedade em si,falha com tantas coisas,para os novos para os velhos,esta de (velho) é uma expressão de carinho,quem me dera lá chegar por menos com sabedoria e dignidade,que é aquilo que esta sociedade nega a quem trabalhou tantos anos. Nunca ninguém teve algum dia uma pequena queixa,da minha pessoa,onde passo faço amigos e assim me quero manter. Hoje a minha coluna já deu de si com algumas dores,pois ontem de manhã foi muito tempo de pé e marchar para que tudo fique como deve no dia de Todos os Santos,quando em grande uniforme saímos a rua,para fazer homenagem aos que partiram.Agora estou um pouco nesta caixa que transmite com todos,para escrever um pouco.
Mas quero deixar um abraço do tamanho do mundo a quem comentou neste espaço,pois sem eles os blogueiros,não existem...apesar de andar aí alguns a ver se calam o pio a quem diz as verdades muitas vezes!Sou livre de um país livre,como tal logo que não ofenda,escrevo e registo as palavras.
Bem hajam os amigos.

Meg_Uma Ilha_Sagitário_Amigona_Gibalmar_Menina do Rio_Maria

sábado, outubro 25, 2008

Fim de Semana


Aqui na foto se tira um cão pequeno que caiu a um poço,este é um dos nossos trabalhos cuidar de vidas e animais.

Este fim de semana tem sido de corrida,para fazer algo aqui e tentar comentar nos amigos. Pois amanhã é dia de instrução,como foi hoje,e o tempo não dá para tudo,mas com amizade e boa disposição, lá vamos entrando na casa dos amigos e dizer um olá.Este o caso,pois de hoje a oito dias temos formatura obrigatória,e temos de estar prontos na parada as oito horas da manhã,para render homenagem aqueles que já partiram,e nos deslocarmos aos cemitérios para prestar continência,assim é a vida que escolhi.Se por acaso eu não aparecer,o farei logo que dê. Obrigados a todos

sexta-feira, outubro 24, 2008

Tango Argentino

Fim de semana aqui vai uma sugestão de dança. E nada mais que um belo Tango Argentino,podem aprender alguns paços,mas cuidado como podem verificar no vídeo,o cavalheiro é que deve conduzir a dama,mas em alguns passos que a mesma tem de fazer...aconselho,estejam atentas as pernas,nada de distracções! Aí aí.
Bom fim de semana sejam felizes

quinta-feira, outubro 23, 2008

Fim de Outono



Fim de outono... Folhas mortas...Sol doente... Nostalgia...
Tudo seco pelas hortas.Grandes lágrimas-Nem uma flor pelos montes,
Tudo numa quietação.Soluça numa oração-O triste cantar das fontes.
Fim de outono... Folhas mortas...Sol doente... Nostalgia...
A terra fechou as portas Aos beijos do sol ardente-E agora está na agonia...
Valha à terra agonizante A Santa Virgem Maria!
Fim de Outono... Folhas mortas...Sol doente... Nostalgia...


Fernanda de Castro

quarta-feira, outubro 22, 2008

O Bramir do Mar


Hoje vou escrever algo de uma amiga,que me respondeu a um comentário com um poema. A Laura é assim o seu nome,gosto da forma de seus comentários,com boa disposição e em rima muitas vezes,então aqui vai e tenho autorização do mesma...se ela "bater" eu não deixo.


O bramir do mar...

Ouvir o mar a bramir
Arrasa a muita gente
Eu, não o posso ouvir
Mas sei muito bem sentir

O que ele diz naquele grito
De todos os que lá ficaram
Dos que viviam dele e, de lá
Nunca mais regressaram.

Mar, por que teve de ser assim?
De muita gente seu fim
Por que não os ajudaste
E suas vidas salvaste?

Porque não os devolveste
À terra de seus pais
Porque ficaste com eles
E não voltaram nunca mais?

Dizem que ficam lá
As vidas perdidas e afundadas
Pelas vagas do mar

Para mim serão sempre vidas salvas
Pelas almas que no mar vagueiam
Pois Nosso Senhor tem sempre
Muita da sua Gente presente

Para ajudar a passar
Entre as águas do mar
E o lugar onde vão ficar...

A autora é
http://resteadesol.blogspot.com/

terça-feira, outubro 21, 2008

Pequena História de Vida


Eu sempre gostei do mar! Ele me dá algo que nem sei explicar,certamente tem a haver com algo que aqui hoje descrevo nestas palavras,é um pouco da minha vida.

O que aqui vou escrever pode parecer história... mas não, é um pouco a minha história de vida antes de nascer! numa bela tarde de Agosto uma mulher franzina e pequena, no seu esplendor de jovem mãe, se senta na areia apreciar o dia de mar e tarde de sol. Até que a maré vaza um pouco, e a mesma decide ir até aos penedos apanhar conchas e mexilhão. Até aqui tudo bem, mas essa mulher era a minha Mãe, como se não basta-se estava grávida de mim! E não é que a mesma toda satisfeita com os seus dezanove anos, descontraída, nem dá pela onda forte que bate em sua cara e a atira ao mar, aí um grupo de jovens se lançam a água e a trazem para a areia bem felizmente tirando o susto, e esta menina que aqui escreve isto é ela mesmo, caiu dentro da barriga da mãe ao Mar, não admira que goste de lhe fazer poesia e escrever sobre o mesmo, se calhar o mar, foi a minha segunda mãe!!! lhe deu um susto mas pegou leve em sua barriga

Passado um ano no mesmo lugar de praia,estava sentada na areia a minha Mãe e avó,com este rebento... que sou eu,sentada ao sol,aí se aproximam dois rapazes"homens" já e perguntam se ela foi a senhora que um ano antes tinha caído ao mar, aí a minha mãe respondeu que sim. Então os jovens dizem,fomos nós que fomos buscar a senhora,podemos tirar uma foto com a sua menina?Ainda guardo a foto com amor,tirada na praia da Foz,com estes jovens. Não sei nada deles como é evidente,mas a vida tem destas partidas
Lisa

segunda-feira, outubro 20, 2008

Chama-se Liberdade o bem que Sentes



Brinca enquanto souberes.Desafia o tempo.
Salta discretamente a página da liberdade no livro das horas e atira-te ao vento que vem
Olha para onde ele vai.E oferece o teu corpo ao mar.
O que buscas não é a felicidade,mas o contacto.Olhar melhor e abrir as portas do teu corpo ao outro de ti aparentemente exilado. Não é de amor que falo,tão-pouco de dádiva,mas apenas deixar entrar o ar e respirar.

Ângela Mendes Ferreira

domingo, outubro 19, 2008

Mariza - Já Me Deixou



Falar de Marisa é um privilégio por tudo que ela é.Simples como pessoa e, maravilhosa como fadista. Uma grande senhora do fado,com bons músicos acompanha-la.Foi assim ontem a noite o Pavilhão Multiusos de Guimarães. O pavilhão estava completamente cheio ao rubro,e toda a gente a cantar junto com ela,pois era a segunda vez que a escutei e vi.
Pois alguns fados,com poemas de poetas portugueses,Florbela Espanca e Fernando Pessoa,onde não faltou aquele abraço a África,como a bela canção da sua infância.Era ela a mulher fadista que colocou todos a cantar,passeando em volta do pavilhão com os músicos atrás dela.Como sou pessoa sensível,quando ela cantou este fado aqui do vídeo,vem as lágrimas ao canto dos olhos,que por vezes não sei se de melancolia do fado ou mesmo alguma saudade.Aqui fica para recordar as nossas vozes

sexta-feira, outubro 17, 2008

Pink Martini-Tempo Perdido( lágrimas)



Como estamos em fim de semana; uma sugestão dançante,e recordar neste pequeno vídeo,alguns actores e actrizes que fizeram furor nas bilheteiras de cinema! Entre elas a muito sensual Rita Hayworth que derreteu corações,neste filme a música embala para a dança.
Bom fim de semana,com felicidade e um pé de dança.A vida está aí, não vamos pensar em coisas tristes.
Lisa

quinta-feira, outubro 16, 2008

Uma Voz na Pedra



Não sei se respondo ou se pergunto.
Sou uma voz que nasceu na penumbra do vazio.

Estou um pouco ébria e estou crescendo numa pedra.
Não tenho a sabedoria do mel ou a do vinho.
De súbito, ergo-me como uma torre de sombra fulgurante.
A minha tristeza é a da sede e a da chama.
Com esta pequena centelha quero incendiar o silêncio.
O que eu amo não sei. Amo. Amo em total abandono.
Sinto a minha boca dentro das árvores e de uma oculta nascente.
Indecisa e ardente, algo ainda não é flor em mim.
Não estou perdida, estou entre o vento e o olvido.
Quero conhecer a minha nudez e ser o azul da presença.
Não sou a destruição cega nem a esperança impossível.
Sou alguém que espera ser aberto por uma palavra.

António Ramos Rosa

quarta-feira, outubro 15, 2008

Aquele Amigo



Olha amigo!
Hoje vais ser meu confidente sabes,há muito muito tempo também te escrevi
De certo já nem lembras
E nem te podes lembrar,claro.
Afinal, tanto tempo já passou.O que te disse sem falar,nem bem já sei.
Mas não se muda tanto assim. E hoje,se calhar,vou-te falar do mesmo
É que ,e no fundo,o mundo não mudou.Pois não!mas como eu gostava que tivesse mesmo mudado.Afinal os homens crescem,são até alguém,mas continuam a ser maus,quem sabe piores ainda.Que naquele dia que contigo falei. E que agora eu entendo-os melhor.
vejo coisas que antes não via,no fundo até era feliz.naquela ilusão que antes tinha.Para que cresci então?Não,não nos podemos deixar definhar,teu estás velho,pior que eu até.Mas não te deixes abater.Sei que a tua vida tem sido linda.Tanto já viste,sentiste,sonhaste.Orgulha-te de ser o que és
Um banco de jardim

Manuel Rosa

terça-feira, outubro 14, 2008

Imagine



Eu hoje não sei o porquê. Imaginei um mundo melhor,sem ganância nem guerra com amizade solidariedade,onde as famílias tivessem o mínimo para viver e ser feliz. Imaginei!não ao desprezo,ao ódio,mas sim à paz,tolerância igualdade fraternidade. Imaginei que os homens não lutem por dinheiro e prazer,que houvesse trabalho para todos e o fim da violência. Imaginei as crianças no jardim de mão dada com os pais e avós. No fundo imaginei! Mas seria possível se todos dessem as mãos. Por todo este imaginar,recordei a voz de Jonh Lemon.

segunda-feira, outubro 13, 2008

Eu te peço perdão por te amar de repente



Eu te peço perdão por te amar de repente. Embora o meu amor seja uma velha canção nos teus ouvidos.
Das horas que passei à sombra dos teus gestos. Bebendo em tua boca o perfume dos sorrisos, das noites que vivi acalentado. Pela graça indizível dos teus passos eternamente fugindo. Trago a doçura dos que aceitam melancolicamente.
Posso-te dizer que o grande afecto que te deixo, não traz o exaspero das lágrimas nem a fascinação das promessas, Nem as misteriosas palavras dos véus da alma...
É um sossego, uma unção, um transbordamento de carícias. E só te pede que repousos quieta, muito quieta, e deixes que as mãos cálidas da noite encontrem sem fatalidade o olhar extático da aurora

Vinicius de Moraes

domingo, outubro 12, 2008

Um Pouco de mim



O ser bombeiro não implica que não gostamos de muitas outras coisas, é o meu caso.Mesmo no meu trabalho levo sempre um livro comigo e um pequeno caderno,onde faço os meus apontamentos,eles são um pouco a minha companhia das coisas boas e menos boas. A música sempre me acompanha,é das primeiras coisas que faço ouvir dentro da viatura,ou fora dela. O cinema é outra das minhas paixões,gosto de um bom filme,com bons actores.Outra coisa que não abdico semanalmente,a minha aula de dança. E sempre que posso, a sexta feira gosto de ir dançar,me mantém em forma de mente e corpo, nada de música maluca,de abanar miolos,mas sim da que se dança socialmente com passos distintos e graciosos,onde não se despensa um tango. Tirando isto gosto da minha profissão e de tudo que a envolve,amiga do meu amigo,não gosto de traições,pois se assim não for me afasto.
Gosto muito de ajudar e dar,contra a injustiça e falta de solidariedade, amizade e entreajuda das pessoas,assim sou eu e minha forma de pensar.
Lisa

sexta-feira, outubro 10, 2008

Noite de Tango


(Foto google)

Ontem a noite foi assistir a um espectáculo de Tango Argentino ao Centro Cultural Vila Flor em Guimarães. Como sou aficionada pela dança e pratico a mesma, porque não há idade para viver a vida, a mesma faz bem há mente ao corpo e nos dá alegria, basta de tristeza do dia a dia. O mesmo espectáculo era recriado em representação teatral e dança que no levava aos anos da década de 1910,um momento nostálgico, sensual e mágico do mundo que é o Tango,quando o mesmo se dançava nos portos de Buenos Aires. Nos leva a Paris nos anos vinte, de grande beleza e encanto e grande glamour assim foi o espectáculo. se alguns curiosos queiram dar uma espreitadela,pois o mesmo ainda tem alguns espectáculos para cumprir e dar a conhecer acreditem, vale a pena ver.Podem visitar. www.otango.com

Agora a todos os amigos que por aqui passem,bom fim semana e que tal um pé de dança para esquecer a crise? foi só um deixa e sejam felizes com amizade Lisa

quarta-feira, outubro 08, 2008

O Meu Espaço

Centro da cidade;onde o espaço verde é fundamental,por aqui se vê aos fins de semana as crianças colorindo o mesmo. E assim a cidade onde habito, pois meu coração tem uma raíz forte e grande,a este lugar me foi acolher por amor um dia,onde muita coisa faz parte de mim,como sendo o meu voluntariado que me deu grandes alegrias,mas muitas tristezas,me tirou horas de sono de comer,mas no regresso ali estava o meu aconchego,o braço forte para ajudar nesta luta de amor ao próximo.


Esta placa está na entrada da barragem de Queimadela, a mesma que abastece a cidade,se pratica desportos náuticos mas sem motor para não poluir,o espaço é encantador,de frescura e sossego,onde se encontra um Parque de Campismo,com grandes infraestrutura e qualidade


Como podem ver a diferença e o progresso! Nos princípios do século XX para quem conheceu o que era e como está,eu não; é só uma foto que tenho.





Cidade de Fafe actualmente este é o centro da mesma. Tem limpeza espaços livres e verdes e agradável de viver,bastante acolhedor.

terça-feira, outubro 07, 2008

Parabéns amiga



Hoje neste espaço vou dedicar algo a uma amiga que visito e ela bem merece o carinho.
Maresia! Neste mergulhar de Outono,que a vida seja tudo aquilo que desejas,que as folhas que pises sejam de esperança,aquela doçura com que olhas o Porto na zona ribeirinha seja o clarear de dias melhores,mesmo que eles sejam cinzentos como dizem da nossa cidade. Por a pessoa que és bem haja por tal, e porque não estou pela beira,como gostaria...aqui fica um pequeno gesto de amizade,com um abraço e feliz dia.Com carinho da amiga Lisa " Agulheta" como é conhecida neste blog

segunda-feira, outubro 06, 2008

Esclarecer




Olá amigos deste simples blog. Pois no post anterior me referi aos prémios recebidos.Os mesmos são dados com amizade ou se calhar por mais intimidade com alguns amigos. Como é óbvio se assim não fosse não estariam aqui.De uma amiga que visito à longo tempo, e por quem tenho um carinho muito especial os mesmos foram oferecidos. De seguida se faz algo referente ao mesmo, e eles são oferecidos a outros e assim vai sendo.O mesmo ofereci,a uma amiga que visito com toda a amizade do mundo,e continuarei a fazê-lo.Peço desculpa por ela não gostar de os receber,nunca mais o farei,é uma opinião que tenho de acatar,o blog é dela e como tal não gosta e pronto. Daqui para diante os prémios oferecidos a minha modesta simplicidade,os guardarei aqui de lado para que conste e assim ficarão,com o nome de quem oferece. Quanto a questão do "beijinho" a isto eu chamo carinho e amizade,sempre foi e serei assim,pois se outros não gostam paciência.Eu acho mais caloroso e mais fraterno,é uma questão de opinião. À Elvira as minhas desculpas,a visitarei sempre que possa como tenho feito até aqui. Aos amigos que aqui deixaram opinião obrigado na mesma,e foram estes e deixo uma flor.

Gilbamar_ Sophia_ Chica_Guilherme_Papoila_Manuela_Carla_Sombras do fim do dia_ Elvira_Salomé

Lisa

domingo, outubro 05, 2008

Prémios

A este modesto blog lhe foi o oferecidos alguns prémios,pois tento fazer o melhor,sempre em franca camaradagem e amizade,para estas amigas que me deram os mesmos obrigado pelo carinho e aqui vai.
Do blog da papoila . http://a-papoila.blogspot.com/e do http://simplesmentemanuela.blogspot.com/ recebi estes prémios
o prémio dardos 2008 tem por objectivo" reconhecer valores que cada blogueiro mostra a cada dia ,e seu empenho por transmitir valores culturais,éticos,literários,pessoais e outros. Que sobretudo demonstrem a sua criatividade de pensamento vivo entre as suas letras,entre as suas palavras,depois vem o segundo este.





A seguir vem o terceiro, que se chama rafeiro perfumado,como sou defensora dos animais,e em minha casa os mesmos são da família,e gostaria de ter mais mas não posso,mas os que tenho são bem tratados,aqui vai ele.
agora a parte mais difícil é dizer 15 blogistas para continuarem



Ana
maresia
O Cheiro da Ilha
Forum Cidadania
Sexta Feira
Collybry
Pin Gente
A Ver o Mar
Sentimentos
Floresta Lórien
Tibeu
Vidas Magoadas
Cindamoledo
Chica Ilhéu
Minho Alto
Esta foi a minha escolha" não será bem assim,mas como alguns amigos deste blog lhe foi o oferecido o mesmo,só ficaram estes.

sexta-feira, outubro 03, 2008

As Palavras



São como um cristal as palavras,algumas,um punhal,um incêndio.Outras orvalho apenas.Secretas vêm,cheias de memória.Inseguras navegam: barcos ou beijos,as águas estremecem.
Desamparadas,inocentes, leves. Tecidas são de luz e saõ a noite. E mesmo pálidas verdes paraísos lembram ainda

Eugénio de Andrade

quarta-feira, outubro 01, 2008

OUTRAS ÁGUAS



Amarás o pássaro
cantando.

Amarás a lua
respirando
sobre o corpo das mulheres
e das cidades.

Amarás a curva delicada
no adeus da folha do salgueiro
a caminho do Outono.

Não hesites.

Ama em cada instante
a música que nasce e nunca voltará.

Este é o teu destino:
branco sobre branco.
Água deslizando
a caminho
de outras águas.

José Fanha