terça-feira, setembro 16, 2008

Teatro Cinema de Fafe



A construção do teatro foi uma iniciativa de José Summavielle Soares em 1923.
Foi inaugurado em 10 de Janeiro de 1924 com peça de teatro O Grande Amor, pela Companhia Aura Abranches.
Com o passar do tempo, o edifício foi-se degradando e deixou de ter condições para a exibição cinematográfica, pelo que foi encerrado ao público em 1981, por determinação da Direcção Geral de Espectáculos, por ameaçar ruína.
Obras de recuperação do Teatro-Cinema

Aprovado empréstimo bancário

Foi aprovado na última reunião do executivo um empréstimo de médio e longo prazo até ao limite de 3.500 000,00 euros para financiamento complementar do projecto do Teatro-Cinema. As obras de recuperação já se iniciaram no edifício estando orçadas em 4.175.111,89 euros.
Recorde-se que o Teatro-Cinema é um dos principais motivos de interesse arquitectónico da cidade de Fafe, constituindo para a época da sua abertura um importante marco cultural, tendo sido considerado um dos melhores teatros do norte do País.
Construído em 1923, aquele equipamento, considerado a “jóia da coroa” da cultura da cidade, esteve aberto do público durante várias décadas, exibindo teatro, cinema e outras artes, até que nos anos 80 foi encerrado por ordem superior, dada a sua progressiva degradação. Na sequência de algumas vicissitudes, foi adquirido pela autarquia fafense há alguns anos.
O teatro tem uma lotação de cerca de 400 lugares, incluindo a plateia, os frisos, os camarotes e o balcão. Como espaços laterais, e além do fosso da orquestra, camarins e átrio, destaca-se um magnífico salão nobre no primeiro andar, onde na época áurea da vida social, se realizavam bailes, ficando célebres os bailes de debutantes, manifestações de cultura e recreio e outras reuniões onde se juntava a sociedade fafense da época.
Todo esse conjunto será devidamente recuperado no âmbito das obras agora adjudicadas, para que o imóvel possa ser devolvido à fruição dos fafenses, como outrora, com todo o tipo de artes do espectáculo.
Por outro lado, em seu redor será construído um edifício para apoio técnico às actividades do Teatro-Cinema e que incluirá também a instalação da Academia de Música José Atalaya, a construção de um estúdio de cinema e outras estruturas culturais.
procurar aqui: http://www.cm-fafe.pt

6 comentários:

GUILHERME PIÃO disse...

Temos que cuidar da cultura.
Parabéns.
Abraços

Agulheta disse...

Olá Guilherme! Muito se tem a fazer para cuidar do nosso património.Agradeço visita.
Abraço

dado disse...

Ola, todos os dias tenho o habito de visitar outros sites de deixar meu comentário, pois sei o quanto é gratificante receber um. E tamben sei que é um incentivo para continuar com esta arte de colocar o que se pensa nele. Pra mim quem cria e quem escreve em um blog ou num site são verdadeiros artistas.
Deixo o endereço do meu site que tambem é dedicado a estes artistas que fazem e escrevem seus blogs. Aguardo seu comentário pois é muito importante pra mim tambem e fico a disposição para lhe ajudar no que prescisar colocando meu msn a sua disposição . E se voce gostou da radio que toca no meu site, terei maior prazer em colocar no seu. E se quiser conversar comigo pode faze-lo atravez do chat que se encontra no proprio blog. Estarei atendendo das 17 as 19 horas nos domingos e toda a tarde nos demais dias. Dado

Carminda Pinho disse...

Lisa,
27 anos à espera da recuperação de um edifício histórico é uma vergonha para os responsáveis políticos que Fafe tem elegido.Mas mais vale tarde do que nunca, e assim sendo, o que se espera agora é que as obras comecem e se concluam.

Beijos

Agulheta disse...

Dado. Gostei da forma como escreveu este comentário,é realmente assim que vejo,e ficamos muito contentes que os amigos nos visitem,para dar a sua opinião.
Beijinho

Agulheta disse...

Carminda. Que bom te ver por aqui,sobre este pos,pois antes de ser da camâra foi de um privado,que o manteve fechado durante muito tempo,pois políticas diferentes,mas penso que quando é para bem de todos devemos ceder um pouco.
Beijinho