segunda-feira, junho 02, 2008

Tartaruga





Reino: Animália
Filo: Chordata
Classe: Reptilia Ordem: Testudinata
Família: Cheloniidae


As tartarugas marinhas abrigam todos os oceanos com exceção do oceano Antártico em zonas de água tropical e subtropical. A maioria das tartarugas marinhas é migratória que magueiam pelo oceano. Podem ser vegetarianas, carnívoras e onívoras, pois as tartarugas comem de tudo. A tartaruga de couro, por exemplo, é a maior espécie chegando a dois metros de comprimento com peso de 600 kg.

Após atingir a maturidade sexual as tartarugas vão até a praia depositar seus ovos na areia, isso acontece sempre na mesma praia. Quando ocorre a eclosão correm para o mar, mas somente uma entre cem consegue chegar à maturidade. Normalmente as fêmeas são mais rápidas que os machos. As tartarugas marinhas estão seriamente em perigo pelo fato de haver grande demanda por sua carne para fazer sopa, pela carapaça e pela sua gordura.


VOCÊ SABIA QUE...

- Ao beber água do mar, a tartaruga marinha absorve muito sal. Para não morrer com o excesso dessa substância, ela costuma eliminar o sal através de suas lágrimas.

- A maior tartaruga-de-couro que foi registrada era um macho encalhado na Costa Ocidental de Gales em 1988. Ele pesou 916 kg.

- A maior tartaruga marinha, a alaúde, consegue colocar 100 ovos em apenas dez minutos.

Origem e História
As tartarugas marinhas surgiram há mais ou menos 150 milhões de anos e conseguiram sobreviver a todas as mudanças ocorridas no planeta ao longo de todo este tempo. Porém, a sua origem foi na terra e, na sua aventura para o mar, evoluíram diferenciando-se de outros répteis.

Assim, o número de suas vértebras diminuiu e as vértebras restantes se fundiram às costelas, formando uma carapaça resistente, embora leve. As tartarugas perderam os dentes, ganharam uma espécie de bico e suas patas se transformaram em nadadeiras. Tudo isso para se adaptarem à vida no mar.


Rabiscado por Agulheta

10 comentários:

Maria disse...

É incrível como a natureza se vai adptando às suas necessidades e novas realidades....

Beijinho, Lisa

Deusa Odoya disse...

LIndo blog. e com é bela a natureza dos animais.
estás de parabéns amiga.
voltarei sempre.
fique na paz.

Sua nova amiga.

Regina Coeli.

te aguardo no meu cantinho.

Agulheta disse...

Olá Maria.
Como a natureza faz falta,devemos informar,as coisas que sabemos acerca da mesma.
Beijinho e agradeço comentário Lisa

Agulheta disse...

Olá Deusa.
Adorei receber,e vou tentar partilhar,algo que saiba para os amigos.
Agradeço visita e deixo beijinho doce Lisa

tempoparaamar disse...

Adoro a natureza,por aqui não vemos muitas tartarugas, mas já me aconteceu estar na costa e ver uma.Beijinhos amiga

Manuela disse...

São muito bonitas as tartarugas.
Já vi umas gigantes quando foi a Expo98.
Animais que ficam e nós morremos pois duram centenas de anos.
É pena que estejam em extinção.

Beijo

Manuela

meg disse...

Lisa,

A Natureza tem um poder que não pode ser contrariado.
Pelo contrário, ela vai formando e transformando até à perfeição.
Há exemplos fantásticos, como estes.
Um abraço

Agulheta disse...

Salomé.Sou defensora da natureza,como tal gosto de animais e tudo que a ela liguem.
Beijinho Lisa

Agulheta disse...

Manuela.
Como elas duram tanto,quem dera que nós fosse igual! mas com qualidade de vida claro.
Beijinho Lisa

Agulheta disse...

Meg.
Tens razão,pois quem tentar saber um pouco como é a natureza,se espanta com a beleza de muitas coisas.
Beijinho Lisa