segunda-feira, junho 16, 2008

Palavras




Nesta tarde quiçá um pouco nostálgica,se calhar do tempo,ou saudades! não sei,apetece escrever palavras,de carinho amizade... ou se calhar fraternidade,de um mundo distraído da realidade,de amor amizade, por outros,de uma mão que não se estende,das palavras que não sai do coração.
Hoje estarei sentimental! talvez,mas aquilo que escrevo sai do coração como se fosse a fogueira de momento.Esquecimento de alguns,presença de outros "fingida"talvez,mas a mesma brota no peito,senti falta das pedras que pisei,do que não disse a outros na melhor altura,mas foram somente palavras.
O que resta neste momento foi,o egoísmo de alguns,mas que aceitei e enfrentei,mas aqui estou livre e de coração lavado,como se fosse um rio de águas claras,as chamas que me atormentaram, hoje só resta o pó e cinza,dos que nunca compreenderam o que era a vida por vida.
Muitas coisas ficaram no papel,mas aqui estou e estarei,para ajudar e partilhar o carinho e amizade. Assim sou eu.

4 comentários:

Carminda disse...

Lisa,
pelas palavras, percebo que estás triste.
Às vezes desabafar para o papel, (neste caso para o teclado), faz bem...
O tempo tudo cura, amiga.
Seja o que for que te entristeceu e, eu acho que sei...

Beijos

Manuela disse...

Olá amiga Elisa, tem um prémio á sua espera no meu blog.
Beijinho

Manuela

Agulheta disse...

Carminda.
Pois é amiga as vezes é um pouco de tudo! mas como dizes se desabafa aqui...nada pior,amigos verdadeiros sempre aparecem,eu sei quem são eles.
Beijinho fica bem Lisa

Agulheta disse...

Olá Manuela.Agradeço a visita,vou lá passar.
Beijinho de amizade Lisa