segunda-feira, maio 19, 2008

Cultura de Paz



(Foto Tirada da Net)

Cultura de Paz: A ONU definiu o conjunto de valores, atitudes, tradições, comportamentos e estilos de vida associados à cultura de paz na Declaração e Programa de Acção sobre uma Cultura de Paz, divulgada em 13 de Setembro de 1999. Diversas instituições em todo o mundo aderiram a esta declaração e se empenham na concretização destes ideais.

Uma Cultura de Paz é um conjunto de valores, atitudes, tradições, comportamentos e estilos de vida baseados:

No respeito à vida, no fim da violência e na promoção e prática da não-violência por meio da educação, do diálogo e da cooperação;
No pleno respeito aos princípios de soberania, integridade territorial e independência política dos Estados e de não ingerência nos assuntos que são, essencialmente, de jurisdição interna dos Estados, em conformidade com a Carta das Nações Unidas e o direito internacional;
No pleno respeito e na promoção de todos os direitos humanos e liberdades fundamentais; No compromisso com a solução pacífica dos conflitos;
Nos esforços para satisfazer as necessidades de desenvolvimento e protecção do meio-ambiente para as gerações presente e futuras;
No respeito e promoção do direito ao desenvolvimento;
No respeito e fomento à igualdade de direitos e oportunidades de mulheres e homens;
No respeito e fomento ao direito de todas as pessoas à liberdade de expressão, opinião e informação;
Na adesão aos princípios de liberdade, justiça, democracia, tolerância, solidariedade, cooperação, pluralismo, diversidade cultural, diálogo e entendimento em todos os níveis da sociedade e entre as nações; e animados por uma atmosfera nacional e internacional que favoreça a paz.”
(Fonte: ONU, 2004).

É Pazeando que vamos construindo uma Cultura de Paz. Pazear é um verbo, ou seja verbo é acção. Pazear é promover ou estabelecer a paz ou harmonia. Em Londrina foi criado o 'Movimento pela Paz e Não-Violência – Londrina Pazeando', que tem como princípio o conceito de não-violência, ensinado e vivenciado por Gandhi e pelos heróis pacifistas.

A missão do Londrina Pazeando é contribuir para a construção de uma Cultura de Paz e Não-Violência no município de Londrina, por meio da mobilização das pessoas ligadas às organizações do terceiro sector, às empresas e ao Estado, para que todos possam viver em paz e harmonia plena.

Já a sua visão é a da construção de uma sociedade, onde a cultura seja de paz e não-violência; e os conflitos sejam resolvidos de forma pacífica, a exemplo dos heróis pacifistas.

São seus valores: Valorização dos direitos humanos; Respeito e amor ao próximo; Cultura da não-violência activa; A verdade sempre; Diálogo entre as diferenças; Educação para valores humanos; Ética e transparência nas acções.

"Perante tudo isto que lemos e divulgamos,pergunto! como se pode viver em paz, se tantos fazem a guerra,por tantos motivos,uns pelo dinheiro outros por armas,outros por petróleo e gás" e mais uma vez ficamos impávidos perante esta injustiça para o Povo da Birmânia? deixar morrer a fome só porque uma junta militar e ditadora,não deixa chegar auxilio ao seu povo em primeiro lugar,depois ver se esta ajuda é real ou de interesse por parte das grandes potências?

14 comentários:

Manuela disse...

Amiga os seus blogs estão cada vez mais bonitos.
Adicionei-os todos na minha Taverna

Já recebi mensagens da Chica.
Mandei-lhe umas fotos de jesus e nossa senhora.
Espero que ela goste e sinta que não está sózinha.
Eu entendo-a perfeitamente mas ela tem de ter mais calma.
Beijinhos e boa semana

Cöllyßry disse...

Olá Lisa, já bem?...

Como era bom que na pratica assim o fosse, a Paz não se dislumbra, a cultura cada vez é menor...

Mas mesmo assim a mensagem que passas é gratificante...

Doce meu beijo

Agulheta disse...

Manuela obrigada pelo elogio,mas tento fazer o melhor que posso e sei,a Chica está melhor felizmente.
Beijinho para si se cuide Lisa

Agulheta disse...

Collybry
Nunca é demais falar e chamar atenção sobre este grande problema da humanidade.
Beijinho Lisa

Menina do Rio disse...

Querida amiga, concordo contigo. São tantas injustiças que parece que não evoluimos!

Deixo-te um beijo e votos de uma semana tranquila

Carminda disse...

Lisa,
vamos tentando pazear enquanto pudermos...

Beijos

salome disse...

A paz que tanto é precisa,mas é só injustiças por esse mundo fora,mas como a esperança é última a morrer esperemos que todos olhem para o que fazem ,quem sabe não há mais paz para todos.Espero que esteja um pouco melhor eu sei o que isso é,já estive internda,e volta e meia lá está outra vez,mas não há volta a dar,é para ir a pior pois tenho doença degenerativa nas articulações,mas cá estamos um dia de cada vez.Correio foi ontem.Beijinhos amiga e melhoras.Salomé

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Lisa, e verdade que não conseguimos viver em paz, com tantas guerras pelo mundo...
Beijinhos de carinho e amizade.
Fernandinha

SILÊNCIO CULPADO disse...

Agulheta
Estava a ler e a pensar escrever algo como o que escreves no último parágrafo.

Não são só as atitudes bélicas que fazem a guerra. A fome e a miséria também a fazem.

Abraço

Agulheta disse...

Menina do Rio.
Com tantas injustiças do passado, se continua neste futuro sem sonhos! e continuamos a perguntar e as crianças e os povos?ninguém responde.
Beijinho doce amiga Lisa

Agulheta disse...

Carminda.
Cada dia que passa, me sinto com vontade de dizer basta! mas ninguém quer ouvir.
Beijinho Lisa

Agulheta disse...

Salomé.
Ontem e hoje passei melhor,mas esta dor não larga,mas eu teimo sempre,quanto a si é pior realmente!ãos homems da guerra a minha indiferença pela devastação que deixam nas populações.
beijinho Lisa

Agulheta disse...

Fernanda.
Obrigada pelo carinho e amizade,e quanto aqueles que fazem a guerra e seu povo vive mal,não são dignos de ser eleitos para os governar,mas como são ditadores e crueis,elees ficam sempre mesmo contra a vontade, do povo.
Beijinho Lisa

Agulheta disse...

Amiga Lídia.
Acho que fazes bem,pois nunca é demais alertar e chamar atençaõ para estas desgraças humanas que se vivem o dia a dia,quando alguém quer dar,como o caso que referi" e nem o deixam fazer,bem?
Beijinho Lisa