sexta-feira, janeiro 25, 2008

Vai-te Poesia



Deixa-me ver a vida
exacta e intolerável
neste planeta feito de carne humana a chorar
onde um anjo me arrasta todas as noites para casa pelos cabelos
com bandeiras de lume nos olhos,
para fabricar sonhos
carregados de dinamite de lágrimas.

Vai-te, Poesia!

Não quero cantar.
Quero gritar!

José Gomes Ferreira


Rabiscado por Agulheta

10 comentários:

amigona avó e a neta princesa disse...

Adoreio poema mas a foto está um espectáculo! Beijo querida amiga...

Papoila disse...

Querida Agulheta:
Uma foto espectacular para ilustrar este belo poema de José Gomes Ferreira.
Beijos

Menina do Rio disse...

Quero gritar
Poesia!

Grita; para que teu grito não cale a noite...

Um beijo de boa semana

Cöllyßry disse...

Bela a foto bem real,para um belissimo poema...

Amiga,doce meu beijo

manuela disse...

(`'•.¸(`'•.¸ ¸.•'´) ¸.•'´)
« Beijinhos !! »
(¸.•'´(¸.•'´ `'•.¸)`' •.¸)
¸.Manuela•´
( `•.¸
`•.¸ )

Agulheta disse...

Amigos.Hoje não irei fazer nada aqui neste blog,mas sim em primeiro lugar agradecer a estas amiga que deixaram o seu comentário,mas como por motivo de saúde,devo descansar... pois dei uma queda,e tenho um musculo com ruptura,por isso enquanto não sou operada,pois isto diz o médico devo de andar pouco por aqui. A vós deixo um abraço de amizade.
Amigona
Papoila
Menina do Rio
Manuela
Collibry

São disse...

Bom dia.
Já ouviu este poema cantado por "Negros de Luz"? ...Pois é uma maravilha!!
Espero que já tenha recuperado a saúde!
Fique bem!

Sombras de Fim do Dia disse...

Por vezes, é preciso soltar a voz e largar as palavras ao vento, sem rima ou contexto, somente para aliviar a alma.

Gostei.

Agulheta disse...

São. Acabei de chegar de outro médico,cada um uma terapia diferente,vamos fazer uns tratamentos e ver.
Agradeco a visita,sobre o poema adorei não sabia,que o mesmo já foi cantado.
beijinho Lisa

Agulheta disse...

Olá Sombras do Fim do Dia. Sem dúvida,que se alguma coisa não estivesse bem devia-mos grita bem alto,para ouvirem o grito.
Beijinho Lisa