terça-feira, janeiro 22, 2008

Poluição



Como água e óleo
Outro impacto significante da atividade humana nos oceanos é a poluição marinha. Não se trata apenas do petróleo que vaza de acidentes ou é jogado ilegalmente no mar. Apesar da alta visibilidade dos estragos marinhos causados pelo petróleo, este estrago é pequeno quando comparado com poluentes de outros tipos (incluindo esgoto doméstico, dejetos industriais, vazamentos de esgotos, restos urbanos e industriais, acidentes, sobras, explosões, abandono de estruturas e ferro-velho no mar, produção de petróleo, mineração, restos de nutrientes e pesticidas agrícolas, desperdício de fontes de calor e material radioativo).

Estima-se que os recursos terrestres sejam responsáveis por 44% dos poluentes que entram nos mares, enquanto os depósitos na atmosfera respondem por 33%. Em comparação, o transporte marítimo é responsável por apenas 12%.

Graeepece

Rabiscado por Agulheta

7 comentários:

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Lisa,adorei que tivesses reproduzido este drama, que é a poluição dos Oceanos.
Beijinho com carinho.
Fernandinha

Agulheta disse...

Querida amiga.tento sempre alertar,algo que nos preocupa a todos,este é um.
beijinho de amizade e ternura Lisa

amigona avó e a neta princesa disse...

Obrigada por lembrares! (se quiseres conhecer a história da Fló passa por lá)...beijo...

Carminda Pinho disse...

Lisa,
a ASAE devia fiscalizar também o Ambiente. Acho que até deveriam ter começado por aí e, não pelas feiras e afins...

Beijos

maresia_mar disse...

olá
um post bem a propósito, a poluição dos oceanos e não só, é um mal que nos assola a todos e que cada vez mais nos deve preocupar.
Beijos

Gui disse...

Querida amiga vim deixar-te um beijo e vi que me tinhas presenteado com um miminho. Obrigado pela tua amizade.

Agulheta disse...

Aos meus amigos que deixaram aqui estas mensagens,com amizade e esperança por um mundo melhor sem poluição,deixo o meu abraço pela defesa,e beijinho para eles que são.
Amigona
Carminda
Maresia
Gui
a todos vós obrigado LISA