terça-feira, janeiro 08, 2008

Dias de Revolta


Sempre há dias na vida, que uma pessoa explode a “raiva” que o deixa magoado, o de hoje é um desses dias.
Pois o nosso país em lugar de andar para a frente anda para trás como o caranguejo só para (alguns) os protegidos pela sorte, ou pelas políticas. Ao longo da vida sempre trabalhei com afinco e ordem para nada faltar aos filhos, para alem do meu serviço, como empregada tinha o serviço da casa, quando me deitava a hora era tardia, e tinha o marido a ajudar, que faria se assim não fosse, para além deste ainda tinha o voluntariado a qual dedicava muito tempo, em prol dos que menos tinham e pediam ajuda, e foram muitos…
Passados os tempos, depois de derrube da ditadura, que mantinha na ignorância o povo, com uma guerra injusta e sem limites, para os dois lados, éramos calados de tudo, até da própria sombra!!! Um certo dia ao raiar o sol uns capitães de Abril, vieram restituir ao povo os direitos daqueles que não o tinham… cultura saúde educação e muitas outras que estávamos atrasados da Europa muitos e longos anos, pois como não sou velha? Para mim não sou, mas que para alguns senhores somos, vem agora depois passados anos, tentar rebaixar, as pessoas que depois dos cinquenta são velhos,mas que culpa tenham os mesmos de alguns patrões os mandar embora,não comem,os anos de trabalho não contam! Para os sr, Ministros…da pouca reforma paga ainda vão receber em prestação,o aumento,ainda vem um secretário dizer se calhar é melhor assim,mas ele sabe da vida dele deixe os outros em paz??? Como vai o meu país, a beira-mar plantado, mais parece o das bananas, os pobres pagam para viver os administradores os secretários, ministros,etc... e mais não digo.
Continuo a dizer uma vergonha, quem recebe 300 euros se receberem, os idosos é muito! Do que comem, como se vestem, como compram remédios, é para ver se morrem mais depressa, pois assim ninguém lhe paga as reformas. Deixem de pagar reformas chorudas, aos grandes que já tenham para o resto que se contenta com pouco, nem estou a falar por mim, pois quero saúde para mim para os meus e amigos, pois a vida são dois dias, mas os poucos dias que os idosos deste país tem os deixem viver felizes com dignidade,que é coisa que poucos sabem o que é, não sempre a tentar tirar, vergonha muita gente precisa, se fosse com a família deles não falariam desta maneira.
Pois daqui para diante e se conseguir não irei calar, tenho boca e direito por a lei que vivo num país democrático e livre para dizer o que está mal, dentro da linhas sem maltratar,nem prejudicar, com respeito e essa o minha maneira de viver.

Rabiscado por Agulheta

9 comentários:

Carminda Pinho disse...

Lisa,
como te compreendo amiga.
A justificaçaõ do Secretário de estado se não fosse tão ridícula e estúpida, até dava vontade de rir.
Querem ver que vão pagar o "grande" aumento da reforma em prestações com medo que os pobres reformados gastem tudo em champanhe e caviar?
PQP

Beijinhos

ZezinhoMota disse...

Agulheta, minha amiga...

Posso tratar-te assim?

Por duas razões, mesmo que esteja só agora a conhecer-te.

Somos do mesmo distrito, nasci em Lousado-V.N.Famalicão...

E corrobôro inteiramente as tuas palavras...

Só estou esperando pelas noticias concretas do meu aumento...

Depois também deitarei boca no trombone.

Que sejas feliz e vamos lá deitar tudo cá para fora.

Bjnhs

ZezinhoMota

Agulheta disse...

Querida amiga. Pois ultimamente,é tanto o disparate,que chega a ser ridículo,o que fazem aos mais velhos,se calhar querem ve-los morrer,no trabalho...ou seja escravos?mil vezes não,os pobres trabalhadores,estão sempre a levar no canastro,sempre a tirar e a eles!!! não se tira só entra no bolso,calar jamais vivo num país livre? penso mas a mim humilhar nunca.
Beijinho de muita amizade Lisa

Agulheta disse...

Olá amigo Zézinhomota,fazes bem em tratar assim,pois gosto de partilhar amizades,e sempre em algum lugar há um amigo,pois sou do Porto mas moro em Fafe,perto...agora sobre o tema por mim colocado,tinha de ser pois é muita ingratidão,com os que menos tenhem e trabalharam,uma vida inteira,para alguns encher bolsos as mãos cheias,não é agora uns Srs,qualquer que me vai mandar calar,longe disso.
Beijinho de amizade Lisa

amigona avó e a neta princesa disse...

Amiga entendo a tua revolta, partilho da tua indignação - mas pronto, eles já recuaram1 A vergonha fica...beijo...

manuela disse...

Querida amiga não nos podemos calar nunca mesmo que eles não gostem de blogs como disseram.
Há que dizer bem alto o que vai mal neste país.
Abraço

Manuela

Ana S. disse...

Partilho da tua revolta. É impossivel viver com uma reforma de 300€ e por isso os velhos vivem pouco porque: ou gastam em remedios e não comem... ou comem e não têm para os remedios e morrem mais depressa.
E ainda vai na frente segundo as sondagens!!!
Beijos

Luisa disse...

Não percebo como há pessoas que conseguem viver com tão pouco! Aqui há uns anos a esperança de vida era muito mais baixa de modo que os Governos não tinham que se preocupar com a "velhada" que morreria na idade certa...Graças à Medicina, vive-se agora muito mais tempo e há que contar com os inúmeros velhos que têm o direito a viver decentemente. As reformas de todas essas pessoas têm que ser aumentadas. Não é com ainda menos de 1 Euro de aumento que eles vão melhorar de vida. Tens toda a razão na tua revolta. Só não se revolta quem é egoista ou tem uma reforma churuda!

Agulheta disse...

Aos Amigos,que deixaram aqui as suas ideias,que partilho muito com todos eles,o meu agrdecimento por tal,pois como diz a Luísa,só fica quieto quem tem muito,pois eu vejo com os meus olhos,a estas pessoas terem tão pouco! que custa engolir,como a Amigona diz,retrocederam,só o poderiam ter feito...Pois o Secretário devia era de estar calado dizia tudo.
Beijo a Manuela,Luísa,Ana,e Amigona.
abraços a todos vós com amizade,e tenho flores no maripossa para todos os que queiram LISA