sexta-feira, outubro 05, 2007

Memórias


Hoje como em tantos dias, lembra coisas do passado,não longe mas que se fazem grandes memórias.
Como sempre se diz,quem não tem passado não tem memórias para contar,pois hoje me lembrei que faz,vinte anos ter acorrido a uma chamada de urgência para,transportar uma senhora para o Hospital,que estava prestes a dar a luz! Logo nos dirigimos para o local,um pouco longe por sinal, sendo o local uma casa de lavoura com poucos recursos humanos e físicos, no local nos deparamos,com falta de tudo mesmo a própria ambulância para o transporte,não estar munida de grande material para o mesmo.
Na casa da paciente nos acercamos na cama da mesma,onde ela se encontrava sentada,de pernas abertas,quando não é o meu espanto a criança estava a nascer,ali nas minhas mãos que a aparou,logo de seguida cortamos o cordão umbilical,com uma navalha que esta ali a mão, no bolso do colega depois,de a mesma ser desinfectada,logo vimos ser um belo rapaz,logo de seguida Hospital.
Hoje anda aí bem,graças a Deus mal sabendo desta parteira,mas que eu sei quem é, por isso digo, fazer bem não olhar a quem.Estas coisas nos faz crescer ser fortes,para enfrentar a vida e a morte,se necessário.

Rabiscado por agulheta

4 comentários:

Maria Francisca Sousa da Silva disse...

Realmente já fizes-te de tudo, a ajudar os outros, ajudar a nascer um menino, deve ser uma experiencia única e cheia de emoção!
Olha, não consigo levar o selo. Quando clico em cima da foto, aparece uma janela, diz: agulheta e okay.
Manda-me o selo por Email.
Beijinhos e obrigada.
Chicailheu

Agulheta disse...

Amiga Chica.Este é um caso mas tenho muitos mais que ajudei a vir a este mundo,dentro do ambulância!mas de tudo que fiz fiz com gosto e boa vontade.
Beijo de amizade.Agulhete

Anónimo disse...

Amiga fazer bem não olhar a quem... é uma frase muito bem construída. Pois o papel dos Bombeiros é esse mesmo, por isso eles são o que são, acho eu, que ninguém fica indiferente a um bombeiro,às vezes há aquelas pessoas mal formadas, mas a essas não se liga. Um abraço para esta bombeira corajosa. cinda

Agulheta disse...

Amiga Cinda. Se faz o que se pode,onde todos ajudam não custa nada,sempre vai haveruns que gostam muito outros assim assim,mas não se pode agradar a Deus e Troianos.
Beijo amiga LISA