terça-feira, julho 24, 2007














Ser bombeiro ser o vento.
Que toca no coração, temos a vida em perigo.
Seja Inverno e seja verão, mas é grande esta missão
Serão poucos, que compreendem.
Que a vida não tem preço, sempre estaremos alerta.
O meu semelhante tem rosto não importa a cor!...
Nem relegião, socorremos com amor e com abnegação

Lisa


2 comentários:

Praia da Claridade disse...

O bombeiro é, acima de qualquer coisa, um profissional de coração.
Esquece que pode estar em perigo, mas tem um dever a cumprir: socorrer o seu semelhante, aqueles que precisam da sua ajuda.
Beijinhos,
Filipe

Agulheta disse...

Olá amigo Filipe. Obrigado pelo comentário,pela amaizade. Beijinho
Mar de Chamas